Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Juventudes: pela dinâmica atrativa da cidade e da região

O Coronavírus (Covid-19) e outras epidemias

Ideias

2016-09-11 às 06h00

Manuel Barros Manuel Barros

Ao retomar as crónicas de opinião, quero realçar a dinâmica da cidade de Braga, durante o mês de Agosto, culminando no início de setembro com grande iniciativa que foi a “Noite Branca”, que pelo grande pelo salto qualitativo, elevou claramente, o seu índice de expetativa em relação ao futuro.

Apesar de em tempos relativamente recentes, a tradição e os fluxos turísticos de sol e praia, serem fatores que provocavam um esvaziamento acentuado da “movida” urbana, com incidência em todas as gerações. Acrescendo ainda, a sua atratividade de visitantes nacionais e internacionais, que confirma a nossa Bracara Augusta como um destino competitivo, afirmado pela sua gastronomia, pelo seu património material e imaterial, pela competência dos seus empresários pela simpatia das suas pessoas e, sobretudo, pela sua marca diferenciadora de “cidade da juventude”.

Dinâmica que está a ser acompanhada pelos residentes, de forma ativa e num esforço de adaptação louvável, que merecerá uma atenção compaginável coma mudança que está a causar na vida da cidade. A modernização e a organização dos espaços de lazer e diversão, restauração e hotelaria, a higiene e limpeza, a segurança e a recomposição da normalidade quotidiana do ambiente urbano, são notas positivas de toda esta mudança que a opinião pública reconhece de forma muito clara e generalizada. Uma impressão distinitiva, que exige uma atenção permanente, e merece medidas assíduas de melhoria contínua.

Uma tendência que se tem vindo a acentuar, de forma muito significativa, pela ação das dinâmicas implementadas pela Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte, colocando a Região como um dos principais destinos turísticos mundiais. E, particularmente, em relação à nossa cidade, pela ação direta do Município e pela sua visão estratégica através do envolvimento de todos os parceiros institucionais, com responsabilidade neste setor, com destaque para a Associação Comercial de Braga, a Diocese, a Universidade do Minhos, os agentes culturais e desportivos.

A programação BRAGA’16 Capital Ibero - Americana da Juventude, não foi alheia ao grande número de iniciativas na área da juventude e do desporto realizados este ano e, nomeadamente, neste verão, numa articulação de esforços entre o Município o Instituto Português da Juventude IPDJ, os agentes culturais, educativos, sociais, económicos e as principais organizações representativas da juventude e do desporto ao nível local, regional e nacional.

Pela primeira vez, as comemorações do Dia Internacional da Juventude instituído pela ONU, foi organizado fora de Lisboa, cuja programação decorreu no espaço da Avenida Central, praça da República e Largo do Pópulo no dia 12 de agosto, numa programação diversificada e de grande qualidade, que trouxe á cidade cerca de mil jovens de todo o país, e mereceu uma apreciação muito positiva, por parte da população e dos turistas.

O Forum Euro - Ibero- Americano da Juventude, foi outro grande evento internacional, que teve lugar de 23 a 28 de agosto, numa organização da Associação Portuguesa do Parlamento Europeu dos Jovens, uma Associação juvenil de âmbito nacional sediada no Porto. Uma experiência educacional ímpar, para os cerca de 130 estudantes universitários dos 7 países membros do Organismo Internacional de Juventude para a Ibero-América da América Latina e de 23 países europeus.

Contou com a participação de decisores políticos portugueses e Europeus, e experts nos temas a ser debatidos durante o fórum. Decorreu nas instalações da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa Foi uma jornada de trabalho, onde se discutiram alguns dos mais prementes temas da atualidade mundial subordinado ao tema 'Sustainable Development - Intercontinental Partnerships for People, Planet and Prosperity”. Organizado no formato de simulação das comissões de trabalho e das sessões plenárias do Parlamento Europeu, teve como principais objetivos, a promoção do diálogo intercultural e da partilha de ideias, da cidadania e do desenvolvimento das competências transversais dos participantes.

O Fórum Nacional Português do Organismo Internacional de Juventud para Iberoamerica (OIJ), decorreu na em Braga entre o dia 29 e 30 de agosto, com o objetivo de construir o documento - Pacto pelas Juventude. Contando com a participação de cerca de 70 jovens de todo o país, em parceria com o Conselho nacional de Juventude (CNJ) a Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ) e as Associações Estudantis do Ensino Superior, tendo sido indigitado o Daniel Freitas presidente da Federação Académica do Porto para apresentar as recomendações e propostas para o encontro, que decorreu na Colômbia, para preparação da reunião de ministros da Juventude da Iberoamérica.

Um ambiente de trabalho disruptivo onde os jovens discutiram os seus principais problemas, e as suas soluções, em relação à participação cívica e o desenvolvimento pessoal dos jovens, no contexto da condição social juvenil, em prol da promoção da igualdade de oportunidades e da coesão geracional. Desafios da transformação social Novas culturas e comunicação Jovens catalisadores do empreendedorismo social e digital, com a orientação do Prof. Carlos Gomes da Escola de Psicologia e Ciências da Educação.

Jornada de trabalho onde os jovens portugueses estiveram a trabalhar um conjunto de propostas e recomendações, em torno dos direitos, do desenvolvimento sustentável, da educação, do emprego, do empreendedorismo, da inovação, das novas culturas em prol da para ser apresentado à Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Iberoamérica.

Este conjunto de iniciativas que marcaram este verão, traduz uma grande aposta do País e do Município de Braga, que se está a repercutir de forma significativa no conhecimento dos jovens, como sujeitos de direitos e atores do desenvolvimento sustentável, da inovação e das novas formas de governança e liderança digital. Uma forte dinãmica e um excelente envolvimento das juventudes e das suas organizações, que vão concorrer, de forma decisiva, para a capacidade atractiva da cidade e da região.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho