Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Incontinência Urinaria na Mulher

Por uma Política Agrícola Comum que previna as alterações climáticas

Voz à Saúde

2017-04-25 às 06h00

Joana Barbosa

Incontinência urinária é definida como qualquer perda involuntária de urina. Este é um problema que aumenta com a idade, e é duas vezes mais comum em mulheres do que em homens.
A apresentação clínica da incontinência urinária pode ser variada, e as queixas do paciente podem ser leves e circunstanciais ou graves, constantes e debilitantes.
Esta patologia pode ser classificada como de esforço, urgência, mista ou funcional.

A incontinência de esforço, é a perda de urina associada com atividades como rir, espirrar, tossir, subir escadas e atividades físicas que pressionem o abdómen e, assim, a bexiga. A incontinência de urgência, é quando existe perda involuntária acompanhado ou imediatamente precedida de uma vontade imperiosa de urinar. E ainda a incontinência mista que é a combinação das duas anteriores descritas. Também poderá haver incapacidade de reter a urina devido a patologias neuro-urológicas e disfunção do trato urinário inferior.

O tratamento da incontinência urinária deve ser adaptado ao tipo específico da incontinência e às suas causas. As abordagens habituais para a incontinência de esforço são andar, fisioterapia e cirurgia, sendo esta última a mais eficaz. Na incontinência de urgência deve proceder-se a mudanças na dieta/comportamentos, e terapêutica medicamentosa bem como cirúrgica. A utilização de produtos absorventes pode ser utilizada temporariamente até que um tratamento definitivo possa ter efeito.

O prognóstico de um paciente com incontinência por norma é bom. Embora o bem-estar final do paciente com incontinência urinária dependa da condição que a precipita, em si a incontinência urinária é tratada e prevenida por pessoal de cuidados de saúde devidamente treinados.
Todas as pessoas com perdas involuntárias de urina devem consultar o seu médico para um esclarecimento adicional da situação, pois a incontinência urinária é sempre anormal. Cuide de Si! Cuide da sua saúde!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.