Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Impacto económico da Semana Santa de Braga

Granjear futuro

Escreve quem sabe

2015-05-22 às 06h00

Rui Marques Rui Marques

Depois do grande sucesso da edição 2015 da “Semana Santa de Braga”, estamos a viver mais um evento épico para Braga e para a região envolvente - a “Braga Romana” - que se espera seja igualmente capaz de induzir mais negócios no comércio de proximidade, nos estabelecimentos de bebidas e de restauração e no setor do alojamento. No próximo mês, surge mais um dos eventos distintivos e memoráveis da cidade - as “Festas de São João” - e pelo meio ainda acontece a 6.ª edição da “Moda em Movimento”, promovida pela ACB, a “Color Run” e muitos outros eventos lhes sucederão, eventualmente de menor dimensão, mas também muito importantes para Braga e para os seus agentes económicos.
A dinâmica de eventos na nossa cidade nunca foi tão forte e estruturada, devendo-se esta evolução positiva ao trabalho conjunto que as diversas forças vivas da cidade têm sabido dinamizar.
Mas, para se poder maximizar o retorno destas iniciativas, é fundamental conseguir-se monitorizar o seu impacto económico na economia da região.
No caso da Semana Santa de Braga, pelas projeções da Associação Comercial de Braga, este evento foi responsável por uma aceleração nos negócios da ordem dos 4 milhões de euros durante o período destas celebrações, o que representou um aumento do volume de negócios nos setores do comércio, turismo e serviços na ordem dos 16% face a igual período do ano passado.
O setor do turismo é aquele que, sem surpresas, registou um maior crescimento, ultrapassando os 30% face ao período homólogo. Seguiram-se os setores do comércio e serviços com crescimentos na ordem dos 12 e 14%, respetivamente. Quedou-se o setor da restauração, por um aumento da ordem dos 9%. A performance do setor da restauração é, naturalmente, condicionada pela lotação dos restaurantes e pelos intervalos de tempo reduzidos em que ocorrem os picos da procura, aos almoços e jantares.
Segundo informação da Comissão da Semana Santa, o orçamento deste grande evento em 2015 ascendeu a cerca de 180 mil euros, o que indica que, por cada euro investido obteve-se um retorno de 22 euros, o que é verdadeiramente assinalável. Aliás, são pouquíssimos os eventos que se realizam em Portugal que conseguem atingir esta taxa de retorno.
Mais difícil de obter é o número de visitantes que acorreram ao centro de Braga neste período para assistir a algum dos momentos das celebrações da Quaresma e da Semana Santa. Porém se se considerar um número a rondar as 200 mil pessoas, tal significará que, em média, cada visitante terá gasto cerca de 25 euros, o que demonstra que o evento ainda tem uma grande margem de crescimento em termos de volume de negócios, sobretudo ao nível dos setores do comércio e serviços, porque a hotelaria e restauração já apresentam taxas de ocupação muito elevadas, o que limita a sua margem de crescimento ao aumento do ticket médio por visitante.
A Braga Romana e as Festas de São João são obviamente diferentes entre si e da Semana Santa, mas têm comum uma grande notoriedade, um grande envolvimento da comunidade, uma enorme capacidade de mobilizar visitantes e a marca Braga.
Aos empresários de Braga compete o papel de saber aproveitar as oportunidades que estes grandes eventos geram, ajustando a sua oferta às temáticas e aos públicos que visitam estes eventos, quer ao nível de stocks, ações de vitrinismo, campanhas promocionais e outras ações comerciais e de marketing, de forma a conseguirem potenciar ao máximo o investimento desenvolvido pelas organizações destas iniciativas para a sua realização.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

24 Novembro 2020

Habitação acessível (2)

23 Novembro 2020

Uma máquina consciente

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho