Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +

‘Futuros da Biblioteca’: 15.º Encontro das Bibliotecas de Famalicão

A Galinha fala de choca

‘Futuros da Biblioteca’: 15.º Encontro das Bibliotecas de Famalicão

Voz às Bibliotecas

2022-12-02 às 06h00

Carla Araújo Carla Araújo

Se a palavra “futuro” exprime a ideia de um tempo que está por vir, ou ainda uma sucessão de situações e acontecimentos que não se pode evitar, o tema em debate no 15.º Encontro das Bibliotecas de Famalicão pretendeu instigar à reflexão sobre a missão das bibliotecas, o papel que devem desempenhar e as funções a que devem responder nesse tempo futuro, e incerto, que ainda está por vir.
Foi com este mote que, no passado dia 25 de novembro, se juntaram em Vila Nova de Famalicão vários profissionais das áreas do ensino e das ciências da informação. Num documento estratégico da Rede de Bibliotecas Escolares, intitulado “Bibliotecas Escolares: presentes para o futuro: Quadro Estratégico 2021-27”, assume-se que a atuação das bibliotecas deve ser orientada por uma visão identitária de qualidade e melhoria contínua, assente em quatro eixos estratégicos: Sítios | Saberes | Pessoas | Ligações.

No referido documento lê-se que: “Em tempos de imprevisibilidade e de incerteza, mas simultaneamente de desafios para os seres humanos, exige-se deles um questionar constante sobre o conhecimento, uma tomada de consciência sobre a sua condição humana e comportamentos éticos capazes de sustentar o exercício da cidadania em sociedades que se pretendem democráticas. (…) A escola precisa de capacitar as crianças e os jovens para questionarem, interligarem conhecimentos, interrogarem a sua condição humana no mundo, conhecerem um legado que lhes é transmitido, com abertura de espírito para acolherem o novo, saberem lidar com as incertezas, compreenderem o outro e serem solidários. Contam, no desenvolvimento desta missão, com as bibliotecas escolares e os professores bibliotecários e os seus serviços que ajudam e incentivam alunos e professores a desenvolverem os saberes necessários para sustentar o presente e preparar o futuro”.

Este desígnio, que neste documento se centra nas Bibliotecas Escolares, é extensivo às Bibliotecas Públicas Municipais e a elas também se aplica. Será na construção do “futuro”, assenta na lógica de algo que ainda está por acontecer, que as bibliotecas escolares e municipais devem assumir-se como parceiros indispensáveis, e com verdadeira capacidade de adaptação e evolução, para a construção de um desígnio público de promoção destes importantes equipamentos educativos, culturais, sociais, inclusivos e participativos. Neste 15.º Encontro de Serviços de Apoio às Bibliotecas Escolares, organizado pelo Município de Vila Nova de Famalicão, através da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, do Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Famalicão e do Centro de Formação da Associação de Escolas de Famalicão, pretendeu-se refletir sobre uma visão da excelência para as Bibliotecas, sobre as missões e objetivos que devem prosseguir e, finalmente, sobre os valores fundamentais que transmitem: liberdade de acesso à informação, responsabilidade e diversidade.
Por meio de um conjunto diversificados de temáticas, foi também possível mapear as tendências recentes que revolucionam o setor das bibliotecas, assim como as mudanças que estão ocorrendo e que podem assumir-se como uma oportunidade para pensar e problematizar sobre os “Futuros da Biblioteca”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho