Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Férias ecológicas

Presidente Marcelo inaugurou a Escola Secundária de Maximinos

Banner publicidade
Férias ecológicas

Ideias

2022-06-22 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Nesta última crónica antes do período de férias quero fazer um apelo a que todos, para que aproveitem os tempos livres que se aproximam, para adotar hábitos mais ecológicos, nomeadamente, a separação de todo o tipo de resíduos.
Façam da deslocação ao ecoponto uma atividade da família, depois de incorporada nos hábitos diários, será mais fácil continuar.
Também nos locais de destino de férias, a separação de resíduos deve continuar a ser efetuada, procure o ecoponto mais próximo do seu local de férias e separe sempre os resíduos de embalagens produzidos.
Alguns gestos simples podem fazer toda a diferença: quando fizer um piqueni- que, não abandone o lixo (papel, sacos plásticos, latas), leve-o consigo e depo- site-o nos locais próprios, fazendo pos- teriormente, a sua separação nos ecopontos.
Se constatar que os ecopontos estão mais cheios que habitualmente, porque nesse local há mais pessoas que o habitual (local turístico ou com o regresso de muitos emigrantes), aguarde a recolha ou desloque-se ao ecoponto mais próximo. Não coloque os seus resíduos fora e, acima de tudo, não coloque resíduos não recicláveis junto aos ecopontos (orgânicos, móveis, entulhos ou outros).
Este ato só irá prejudicar ainda mais a recolha dos ecopontos, pois não poderão ser recolhidos pala Braval, pois não são recicláveis e irão obrigar as equipas de recolha a desviá-los para poder recolher o ecoponto.
Por outro lado, deverão colocar os resíduos recicláveis corretamente dentro do ecoponto, ter o cuidado de espalmar as embalagens e desfazer caixas de cartão grandes pois, muitas vezes, os ecopontos estão cheios de “nada”, com caixas a impedir a colocação de mais resíduos.
Os dados mostram um claro aumento da produção de resíduos, na nossa área de abrangência, durante os meses de julho e agosto, ao longo dos últimos anos.
A Braval tem feito esforços para corresponder a este aumento, tentando resolver todas as situações o mais rapidamente possível, mas com tanto aumento de resíduos e os mesmos meios do resto do ano é difícil corresponder de imediato.
Por isso, tivemos um aumento de horas de recolha de 15% e tivemos também, um aumento de 18% de número de contentores recolhidos face ao mesmo mês do ano passado.
Deve haver também uma coresponsabilização da população de não colocar os resíduos fora do ecoponto, mas também contactar a Braval a informar quais os locais mais problemáticos.
Apesar dos problemas referidos, há cada vez mais pessoas que compreendem a importância da separação de resíduos para um futuro mais sustentável.
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

30 Junho 2022

Não há desculpas

28 Junho 2022

Um país, dois sistemas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho