Correio do Minho

Braga, terça-feira

Feliz Natal sem perder o controle

Obrigado, Pedro Passos Coelho

Ideias

2017-12-16 às 06h00

Fernando Viana

Aproxima-se o Natal. Esta é a época do ano em que o consumo dispara. Todos querem comprar algo para si, para dar à família ou aos amigos mais chegados.
Contudo há alguns cuidados básicos que nos podem ajudar a poupar muitos euros.
Uma regra básica é planear o que se quer oferecer. Perder uns minutos a pensar na prenda ideal para dar a certa pessoa, traduz-se invariavelmente num ganho, na medida em que evita as compras por impulso, ou de última hora.
Importante também é destinar o valor que se vai utilizar para as despesas de Natal e não furar esse orçamento. Desta forma obriga-se a si mesmo a ser disciplinado e a fazer contas.
Se perder algum tempo a comparar preços, verá que também pode poupar muito dinheiro. Importante mesmo é não deixar tudo para a véspera. Os portugueses têm fama de deixar tudo para a última. Nesse caso, para além de não ter tempo, também as escolhas ficam mais limitadas e tem de se sujeitar ao pouco tempo que lhe resta para fazer as compras de Natal.
Fundamental mesmo é fazer contas ao seu Natal e não se deixar endividar.
Na eventualidade de ter de recorrer ao crédito, antes de assinar o contrato, compare as diversas propostas de finan- ciamento com base na Ficha de Informação Normalizada (FIN) a que tem direito. As taxas de juros e despesas associadas variam muito de instituição para instituição.
Saiba que pode desistir do contrato de crédito até 14 dias após a sua assinatura. Terá no entanto que pagar o capital, os juros vencidos e as despesas não reembolsáveis.
O Natal deve ser uma época festiva, de alegria, mas em caso algum devemos perder o controle sobre as despesas e os nossos rendimentos. Em caso algum, devemos sacrificar uma necessidade essencial, ou adiar o pagamento de uma despesa importante, em função das compras das prendas de Natal. O natal também celebra a amizade, o amor pelo próximo e a família e esses valores podem ser realizados sem gastar dinheiro. Não é por oferecermos uma prenda de valor significativo que demonstramos mais ou menos amizade ou amor pelas pessoas.
Temos de estar preparados para enfrentar a febre consumista que perpassa pelo Natal e que a publicidade, as técnicas de marketing enfatizam.
Caso pretenda saber mais sobre este assunto, contacte o CIAB: em Braga: na R. D. Afonso Henriques, n.º 1 (Ed. da Junta de Freguesia da Sé) 4700-030 BRAGA * telefone: 253617604 * fax: 253617605 * correio eletrónico: geral@ciab.pt ou em Viana do Castelo: Av. Rocha Páris, n.º 103 (Villa Rosa) 4900-394 VIANA DO CASTELO * telefone 258 809 335 * fax 258 809 389 * correio eletrónico: ciab.viana@cm-viana-castelo.pt , ou ainda diretamente numa das Câmaras Municipais da sua área de abrangência ou em www.ciab-race.pt.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

20 Fevereiro 2018

Nós somos um Rio

20 Fevereiro 2018

Termas Norte de Portugal

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.