Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Europeias: cuidado com os populistas...

Sejam bem-vindos!

Europeias: cuidado com os populistas...

Ideias

2019-05-22 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Parece um discurso já gasto, mas não é. Temos de levar muito a sério esta onda de populismos e extremismos que se está a assolar a União Europeia. Já não chegavam os países fora da Europa que no querem mal e que querem destruir a nossa União Europeia, para virem agora muitas frentes nacionalistas e extremistas com o seu populismo enganar muitos europeus com os seus discursos fáceis e de falsas promessas. Foram discursos parecidos com estes que deram origem à II Guerra Mundial, com autênticos ditadores a tomarem conta de vários países europeus.
Vamos a uma pequena amostra:
Hungria e Polónia, sabe o que têm em comum? Governos maioritários de direita nacionalista.

Itália, Áustria, República Checa, Bulgária, Eslováquia, Croácia, Estónia e Letónia... todos são governos de coligação que integram partidos de direita nacionalista ou extrema-direita.
E sabe que Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Finlândia, Suécia, Eslovénia, Grécia, Chipre e Lituânia têm parlamentos em que estão representados partidos de direita nacionalista e extrema-direita?
Ora fazendo contas aos 28 países que fazem parte da União Europeia, restam Portugal, Irlanda, Luxemburgo, Malta, Reino Unido e Roménia. Estes são os únicos que não contam com partidos nacionalistas de direita ou de extrema-direita nem nos governos, nem nos parlamentos.
Gosta deste cenário?
Sabe que a sua voz pode ser ouvida através do voto? Pois é isso mesmo. Dia 26 de Maio vamos todos votar!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.