Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Escutismo: 90 anos a Educar para a Vida

A União Europeia e os Millennials: um filme pronto a acontecer

Escreve quem sabe

2013-05-24 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

É sob esta certeza que nos propusemos celebrar o 90º aniversário do Corpo Nacional de Escutas, fundado por ação do Arcebispo Primaz de Braga, D. Manuel Vieira de Matos, em 27 de maio de 2013, nesta cidade, de onde irradiou para todas as dioceses de Portugal, contando hoje com perto de73 mil elementos, dos quais cerca de 14 mil são adultos voluntários.

Este artigo será publicado no dia (24.maio) em que os primeiros colaboradores de D. Manuel Vieira de Matos se reuniram no número 20 da praça do Município, em Braga, sob a orientação do padre Luís Maciel dos Santos Portela, Assistente das Juventudes Católicas da arquidiocese, convidado pelo Arcebispo para organizar o Corpo de Scouts Católicos Portugueses. Nesta reunião estiveram presentes o padre Avelino Gonçalves, o capitão Graciliano Marques, Belarmino Oliveira Lemos, Manuel José da Silva, Álvaro Benjamim Coutinho, José do Vale Barbosa, Américo Barbosa, José Avelino Marques Monteiro, Adolfo Santos da Cunha e Franclin de Oliveira.

Estava dado o primeiro passo e o Capitão Graciliano Marques foi escolhido para ser o primeiro Comissário Nacional do CSCP que o Alvará do Governo Civil de Braga, de 27 de maio de 1923, deu existência legal e jurídica, que pela Portaria nº 3824, de 26 de novembro de 1923, alargou a sua ação, a todos os distritos do país, e o Decreto nº 9729, de 26 de maio de 1924, veio confirmar a aprovação destes mesmos estatutos.

Ao celebrar os noventa anos de vida sob o signo “Escutismo: 90 anos a educar para a vida” o CNE quer honrar a memória, o trabalho e a dedicação de todos quantos construíram este Movimento, mas quer também garantir que o Caminho não acaba aqui, contemplando o passado. Quer assumir que seremos construtores de um futuro digno do percurso que foi iniciado em 1923, sob o lema que Baden-Powell legou a cada um de nós: “deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos”.

Por isso, este sábado, reunirá, em Braga, o Conselho Nacional Plenário do CNE, para se congratular sobre o passado vivido e abrir horizontes que sustentem a nossa missão de educadores católicos no futuro que se avizinha.

No Domingo, dia 27, celebraremos uma Missa de Ação de Graças pela criação do escutismo católico e evocaremos a bondade do Senhor para nos guiar na construção do futuro, pois o mundo muda constantemente e com fragilidades crescentes, lembrando os versos da Pedra Filosofal, de António Gedeão:

Eles não sabem nem sonham,
Que o sonho comanda a vida.
E que sempre que o homem sonha
O mundo pula e avança
Como bola colorida
Entre as mãos duma criança.

A beleza do ato de educar está em permitir e estimular que cada criança ou jovem tenha os seus sonhos, para que, correndo atrás deles, se possa desenvolver para que o mundo cresça e avance, cabendo aos educadores salpicar estes esforços com o sal dos direitos e deveres do ser humano e dar-lhes a luz da vida, possibilitando, a cada um, a vivência da sua fé.

Assim, crianças e jovens vão construindo as suas personalidades de cidadãos, solidariamente ativos, agindo à luz da Fé que professam, permitindo que sejam eles a construir as suas próprias obras de arte. Assim, estaremos a criar condições para que o conselho que Baden-Powell nos deixou na sua última mensagem, se materialize:

“Creio que Deus nos colocou neste mundo encantador para sermos felizes e apreciarmos a vida. A felicidade não vem da riqueza, nem simplesmente do êxito de uma carreira, nem dos prazeres. (...) Mas o melhor meio para alcançar a felicidade é contribuir para a felicidade dos outros.”

Se assim for nos próximos anos, todos nós seremos verdadeiros semeadores de Esperança e obreiros da Paz, e a nossa ação será acompanhada pela presença da Felicidade e impregnada pelo suave perfume de Paz que cada um libertará pelas as suas vivências quotidianas.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.