Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Educação Ambiental – De pequenino se torce o pepino

O que importa é apoiar a juventude

Educação Ambiental – De pequenino se torce o pepino

Ensino

2023-02-09 às 06h00

Alexandra Nobre Alexandra Nobre

A biodiversidade de um dado ambiente consiste em toda a variedade de seres vivos nele existentes. A sua importância reside no património biológico dessa multiplicidade de espécies, no papel fundamental que estas desempenham na manutenção e equilíbrio dos ecossistemas e ainda, nos produtos e serviços que elas fornecem tornando possível a vida no nosso planeta. No entanto, a biodiversidade está ameaçada, nomeadamente pela acção humana mais ou menos directa, pelo que é urgente protegê-la. O uso insustentável dos recursos naturais e o cultivo intensivo de determinadas espécies ao longo dos anos causaram impactos negativos como a redução da biodiversidade, a extinção de espécies, o empobrecimento dos solos e a escassez de água.
É urgente a conservação da diversidade biológica e para isso é importante dá-la a conhecer e estimular a ligação das pessoas ao meio ambiente porque... Quem conhece, cuida! E aqui as crianças, comunicadoras activas e entusiastas, para além de se encontrarem numa idade propícia à construção de valores que se prolongam para a idade adulta, são peças fulcrais na alteração e implementação de hábitos no seio das famílias e das comunidades em que se inserem.
A Comunicação de Ciência ao informar e consciencializar a população (neste caso em concreto na área da Educação Ambiental), desempenha um papel fundamental no despertar de consciências e no combate à iliteracia científica do público em geral. O STOL-Science Through Our Lives é um grupo de comunicação de ciência do Departamento de Biologia - UMinho que há mais de 12 anos desenha e dinamiza acções de intervenção de tipologia diversa (exposições, oficinas, debates, produção de conteúdos, passeios de natureza, entre outros) que vão ao encontro de diferentes públicos-alvo, entre eles crianças e jovens dos diferentes ciclos de ensino.
Em termos de manutenção da biodiversidade as plantas têm um papel fundamental pois, entre outros aspectos, estão na base das cadeias alimentares terrestres e funcionam como sequestradoras de carbono diminuindo a concentração atmosférica de CO2, gás de efeito de estufa. Recentemente o STOL adquiriu e cultiva, no próprio campus da universidade, uma pequena horta com fins pedagógicos e de fonte de recursos físicos para aulas e atividades de comunicação de Ciência. A Horta-STOL conta já com mais de 100 espécies vegetais no seu portefólio e algumas oficinas desenvolvidas no local e em instituições públicas, como é o caso da Biblioteca Pública de Braga. Nesta horta cultivamos plantas frutícolas, hortícolas, aromáticas e medicinais, mantemos plantas silvestres comestíveis, procedemos a compostagem, desenvolvemos pequenas estratégias de gestão racional da água e do espaço, estamos a implementar a produção de “esponjas” biológicas como alternativa às sintéticas e a testar a co-cultura de diferentes espécies. Adicionalmente, estamos a trabalhar em colaboração com uma instituição de ensino da cidade Braga no apoio à criação de uma horta escolar onde as crianças, alunas de 1º ciclo, são: (i) apresentadas à lógica do método científico através do desenho e do acompanhamento de experiências simples, (ii) desafiadas a cultivar plantas que depois são utilizadas na cantina escola e (iii) convidadas a, de “olhos bem abertos” fazer o levantamento da biodiversidade do pátio escolar. Oportunamente darei a conhecer as “cenas dos próximos capítulos” desta actividade tão gratificante e promissora.

* Bióloga e docente do Departamento Biologia da Universidade do Minho

A autora não escreve segundo
o Acordo Ortográfico 1990.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho