Correio do Minho

Braga,

- +

É na CDU que reside a alternativa!

Os passos seguros de Pedro Nuno Santos

Banner publicidade
É na CDU que reside a alternativa!

Ideias Políticas

2023-12-05 às 06h00

Gonçalo Silva Gonçalo Silva

Grandes foram as promessas quanto a este mandato, tantas foram as lengalengas vindas do PS, de que este mandato trazia estabilidade, que serviria o país. 
Foi este mandato que, aquando da anunciada vitória do PS com maioria absoluta, o grande patronato aplaudiu e saudou, por vias da CIP, a conquista de um governo de mãos livres para seguir a política de direita que o capital sempre almejou. 
Não só não garantiu a estabilidade política e social, como serviu para agravar a vida de todos nós, não garantido resposta aos problemas que o país enfrenta. 
Engane-se quem julgava que com a queda do governo cairia consigo a política de direita. Tendo o OE para 2024 sido aprovado com a ainda maioria absoluta do PS, continuam a cavalgar os atentados à vida dos trabalhadores: 54% das verbas do OE para a saúde serão entregues ao negócio privado da doença, continuam em pé os benefícios fiscais para o grande capital, a escola pública continuadamente subfinanciada, os salários e as pensões que urgem hoje mais do que nunca serem reforçados e serem recuperados direitos e rendimentos. 
É precisamente aqui, nas matérias mais fulcrais da vida nacional, em questões que todos nós sofremos diariamente que o PS se alia à direita. Não nos deixemos enganar onde não há desculpa que valha ao capital e aos seus lacaios: em todas as propostas que afectam directamente a vida dos trabalhadores e do povo, não há oposição que valha, não há discursos fracturantes, não há vídeos-curtos que viralizem nas redes sociais - o PS conta sempre com o apoio do PSD, CDS, IL e CH para impedir a materialização das soluções que o povo precisa. 
O foco destas eleições não é fracturar aqueles cuja vida fica cada vez pior, não é dividir quem vive sem saber se o dinheiro chega ao fim do mês, não é acusar o próximo das injustiças do dia-a-dia, não é encontrar respostas fáceis e inócuas para a degradação da vida, enquanto a banca arrecada 12 milhões de euros de lucro por dia.
O objectivo é sim unir todos aqueles que sofrem com a degradação da vida, e romper com o rumo político actual e construir a política alternativa que urge a afirmar, próxima dos trabalhadores, dos jovens e da população, dos seus problemas e anseios de cada dia.
A história mostra e a vida da razão que quando o PCP e a CDU saem reforçados de qualquer eleição, abre-se caminho para o reforço da luta, para a melhoria das condições de vida, para a resistência aos recuos gravosos que nos tentam impor. É com o voto da CDU, que exigimos em uníssono uma alternativa, protagonizada por gente séria, mulheres e homens de Abril, que assumem o compromisso de servir o povo e os trabalhadores, pois é do seio do povo e dos trabalhadores que é formada a CDU.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias Políticas

28 Fevereiro 2024

Alternativa viável

27 Fevereiro 2024

Quero ficar

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho