Correio do Minho

Braga, terça-feira

Dia Mundial da Energia e Dia Mundial do Ambiente

Tancos: falta saber quase tudo

Ideias

2014-05-28 às 06h00

Pedro Machado

Assinala-se no dia 29 de Maio, o Dia Mundial da Energia. Este dia foi criado para sensibilizar as pessoas e os líderes mundiais para a necessidade de poupança de energia e para a promoção das energias renováveis, mais amigas do ambiente, em substituição das energias fósseis altamente poluentes e prejudiciais para a própria Vida na Terra.

Não deixe esse dia passar em branco e aproveite para pôr em prática alguns conselhos para a poupança de energia, tornando-os em hábitos.
A poupança de energia em nossas casas, para além dos benefícios em termos de poupança económica, está também intimamente ligada à defesa do Ambiente, nomeadamente com a protecção de recursos que são escassos.

A energia dos lares é maioritariamente dirigida a aquecimento e arrefecimento, o que inclui aquecimento de águas e refrigeração de alimentos. Uma mudança nas temperaturas pode fazer uma grande diferença.

Assinala-se, também na próxima semana, a dia 5 de Junho, o Dia Mundial do Ambiente e da Ecologia, estabelecido em 1972, pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, para marcar a abertura da Conferência sobre Meio Ambiente Humano, em Estocolmo. Outra decisão foi a criação do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, responsável por incentivar a capacidade de agir internacional e nacionalmente para a protecção do meio ambiente, no contexto do desenvolvimento sustentável.

Desde então, nesse dia, assiste-se em vários locais a iniciativas que promovem a defesa do ambiente. No entanto, questiono-me: será que esta preocupação se mantém no resto do ano ou apenas serve para assinalar mais um dia no calendário?
É fundamental que estas ações, importantíssimas, sejam realizadas também ao longo de todo o ano, nas escolas, nas empresas, mas também em casa, nos locais de lazer, pois só assim existe uma efectiva melhoria da qualidade de vida ambiental.

Actualmente, o chamado desenvolvimento sustentável é o único capaz de preservar os recursos naturais e as condições de vida saudável, para as gerações futuras. Para que isto ocorra, a educação ambiental tem uma importância extraordinária, porque consciencializa e altera os padrões de comportamento do ser humano em relação à Natureza.

A Natureza é um bem inigualável que precisa de ser respeitado em todos os seus aspectos, faça também a sua parte.
Um só dia não faz milagres, façamos a diferença todos os dias!
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

23 Outubro 2018

Caminho perigoso

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.