Correio do Minho

Braga, terça-feira

Deficiência: para quando um olhar diferente?

O elefante elegante e a girafa gira

Ideias

2018-05-17 às 06h00

Paulo Monteiro

No passado sábado, estive presente na apresentação do livro Uma luta incansável, de Francisco Figueiredo. Um jovem com paralisia cerebral motora, mas que tem uma força e um humor fora do normal. Contra todas as adversidades, luta na vida por tirar o seu curso superior, escrever, lutar pelos seus ideais e ainda fazer parte de uma associação contra a discriminação. Como o Francisco há muitos mais jovens com problemas e que não pediram para nascer com deficiência. Muitas vezes (como aconteceu com o próprio Francisco) por negligência médica, outras porque os problemas já são congénitos ou muitos outros factores onde os próprios pais são culpados. Tudo isto vem a propósito de que o apoio às pessoas com deficiência tem de mudar. Quando vemos todos os dias os apoios estatais ou o injectar de milhões na banca por parte dos governos, porque é que não se pára um pouco e se pensa nas crianças, nos jovens e nos adultos com problemas? Não merecem mais do que nunca serem apoiados? E depois, os exemplos dos que querem singrar e ser iguais são tantos... a começar logo pelo desporto: quantas medalhas, quantas conquistas, já tiveram os nossos atletas paralímpicos? E que apoios têm? Muito inferiores aos outros atletas. A isto chama-se discriminação. Mas há mais: ainda há poucos dias, o jornal Público trazia um trabalho da Carolina Pescada sobre pessoas com deficiência, com o título Lei não prevê o acompanhamento em concertos de pessoas com deficiência. É justo? Não. É justo a Raquel ter de comprar dois bilhetes para assistir a um espectáculo porque não se pode mover sem ajuda? Não. Por isso, chegou a hora de olhar com outros olhos para estes jovens que são diferentes, mas que querem ser iguais...

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

15 Agosto 2018

Mais amigo do ambiente

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.