Correio do Minho

Braga,

- +

De Braga para a Ucrânia

A manifestação dos esfomeados em Braga

De Braga para a Ucrânia

Escreve quem sabe

2022-03-08 às 06h00

Margarida Pereira Margarida Pereira

Nos últimos tempos ouvimos a frase que qualquer um de nós nunca esperaria ouvir… “Começou a Guerra!”.
Nos últimos dois anos enfrentámos, todos unidos, uma pandemia que atravessou o globo e, em circunstâncias desafiadoras, mostramos a humanidade que ainda existe em nós. Pintámos o mundo de arco-íris e gritámos “Vai ficar tudo bem!”, pois sabíamos que juntos seria possível vencer.
Hoje, acreditamos que saímos da quinta e última vaga de Covid19. Mais do que nunca, as gerações que viveram a pandemia deviam saber reconhecer o que realmente importa! Em dois anos, aprendemos a desfrutar do tempo em família, a respirar e usufruir daquilo que a vida nos dá…
De repente, já nada mais importava a não ser salvar vidas, aplaudimos todos os profissionais de saúde, pois era neles que estava a nossa fé…
Hoje, quando o mundo começa a viver um pouco da normalidade… surge uma guerra! Uma guerra que vem nada mais do que afastar e destruir famílias, destruir um país!
É fundamental darmos as mãos à Ucrânia, aos ucranianos que perderam milhares de pessoas na pandemia e, agora, veem-se obrigados a lutar pelo seu país, pelas suas casas.
Felizmente, existem pessoas sempre prontas a ajudar… e quando percebemos que começou a guerra, percebemos também que começou uma onda solidária denominada de SOS Ucrânia!
Em Braga não foi diferente, o movimento Braga SOS Ucrânia surge com o objetivo de apoiar o povo ucraniano e, felizmente, já foram muitos os camiões a partir, carregados de bens essenciais para o destino. São mais de 600 voluntários e são dezenas os locais destinados a recolher os bens doados que depois serão enviados para o centro de logística e distribuídos pelos camiões.
Braga veio mostrar que independentemente das cores políticas, das escolhas e das diferenças de cada um, o importante é ajudar. Todos os cidadãos e representantes políticos deram as mãos e de dia para dia enviam bens de primeira necessidade a todos os ucranianos que se veem obrigados a deixar tudo para trás em busca de uma vida de paz!
Neste momento pedem-se que as doações sejam principalmente de produtos de higiene e também de saúde, como fraldas, toalhetes, gel de banho, betadine, ibuprofeno e paracetamol, entre outros. O funcionamento do movimento e a lista das necessidades prioritárias pode ser consultada no site www.bragasosucrania.pt.
A prioridade de qualquer guerra, devem ser, sem qualquer dúvida, as pessoas, mas não podemos esquecer tudo o que esta engloba.
É um país inteiro que está a ser destruído juntamente com a sua história. Monumentos, catedrais, museus, tudo ficará destruído e haverá sempre uma parte da história que será irrecuperável.
Foi para tentar evitar o pior que um grupo de pessoas protegeu as janelas de um museu da cidade de Lviv, tentando assim evitar danos causados pelas explosões ao redor.
A Diretora Geral da Unesco já veio alertar para a urgência da preservação do património cultural da Ucrânia. Assim como a Associação Portuguesa de Museologia também já se ofereceu para, no futuro, ajudar a Ucrânia nas reconstruções necessárias.
Estamos numa guerra que tem como grande objetivo destruir a identidade de um povo, de uma nação. Eliminar a Ucrânia da história do mundo, afirmando-a como território russo. É urgente proteger a memória de um país, assim como as suas gentes!
E hoje, dia 08 de Março, Dia Internacional da Mulher, lembramos e louvamos todas as mulheres, mas homenageamos, sobretudo, as Mulheres Ucranianas que sofrem, que lutam, que dão testemunho de resistência e são sinónimo de vida.
Vamos continuar a mostrar que ainda resta humanidade no mundo, vamos ajudar a Ucrânia! E acreditar que “Vai ficar tudo bem!”.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

05 Fevereiro 2023

Lógica ou acaso

04 Fevereiro 2023

Anti-Inteligência Artificial

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho