Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Construir o futuro

Por que não um Museu de Braga?

Construir o futuro

Ideias Políticas

2024-05-14 às 06h00

Ana Macieira Ana Macieira

A recente aprovação da isenção de 25% no Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) e a comparticipação de 50% nos projetos arquitetônicos pelo município de Braga representam um marco importante para a juventude local. Estas medidas não apenas refletem a sensibilidade do executivo municipal para com os desafios enfrentados pelos jovens no mercado imobiliário atual, mas também demonstram um compromisso firme em fornecer o apoio necessário para facilitar o acesso à habitação e estimular o crescimento da cidade.
A isenção de 25% no IMT é uma oportunidade valiosa para os jovens que aspiram alcançar a independência financeira e a estabilidade residencial. Ao reduzir o ônus fiscal associado à aquisição de imóveis, o executivo municipal não apenas incentiva o investimento no setor imobiliário local, mas também alivia significativamente o peso financeiro sobre os ombros dos jovens que procuram estabelecer-se em Braga. Isso não apenas os ajuda a realizar o sonho da casa própria, mas também os capacita a contribuir de forma mais ativa para a economia local e o crescimento sustentável da cidade.
Além disso, a comparticipação de 50% nos projetos arquitetônicos é uma medida inovadora que vai além do apoio financeiro direto. Ao cobrir parte dos custos associados aos projetos de construção ou reconstrução de habitações para jovens até aos 35 anos, o município de Braga está incentivando a criatividade e a participação ativa dos jovens na definição do ambiente urbano da cidade. Essa iniciativa não apenas facilita o acesso à habitação, mas também dá poder à juventude bracarense de influênciar e contribuir para a transformação positiva de Braga.
Estas medidas são mais do que simples incentivos fiscais, elas representam um compromisso genuíno em construir uma comunidade inclusiva, vibrante e próspera para as gerações futuras. Ao remover barreiras financeiras e promover oportunidades para os jovens, o município de Braga está investindo no potencial ilimitado da juventude local e a construir as bases necessárias para um futuro mais promissor para todos.
É importante reconhecer o impacto positivo que essas medidas terão não apenas nos jovens, mas em toda a comunidade. Ao facilitar o acesso à habitação e promover a participação dos jovens no desenvolvimento urbano, o município de Braga está a fortalecer os laços entre as gerações e a criar um ambiente onde todos têm a oportunidade de prosperar e realizar seu pleno potencial.
Em resumo, a isenção de 25% no IMT e a comparticipação de 50% nos projetos arquitetônicos representam um passo significativo na direção certa para Braga. Estas medidas não apenas fornecem o impulso necessário para os jovens em sua procura por estabilidade e autonomia, mas também refletem o compromisso do governo municipal em construir uma cidade mais inclusiva, dinâmica e acolhedora para todos. Com essas iniciativas, Braga está a construir um futuro mais brilhante e próspero para a juventude e para toda a comunidade.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho