Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +

Conselho EcoEscola da ESMS em ação

Quando o embalo da cadeira de baloiço se esvai

 Conselho EcoEscola da ESMS em ação

Ideias

2020-03-19 às 06h00

Ana Maria Silva Ana Maria Silva

AEstratégia de Educação para a Cidadania na Escola da ESMS está a criar um ambiente favorável para que alunos e professores experimentem novas formas de estar na escola. Os alunos envolvem-se em iniciativas diversas em torno dos domínios escolhidos. O Desenvolvimento Sustentável e os Direitos Humanos mobilizam os alunos para a tomada de consciência de que os objetivos para transformar o mundo têm de ser os mesmos para a escola e para os que a frequentam. Todos sabemos que é através da educação que é possível mudar as pessoas e, desta forma, mudar o mundo.
Neste contexto, o Conselho EcoEscolas assume particular relevância. Para além de se ter constituído como um Conselho Consultivo da Diretora em questões de práticas de sustentabilidade energética e reciclagem da ESMS, este Conselho pretende, também, refletir e emitir orientações que possam alterar práticas que são tidas como nefastas pela e para a comunidade educativa.
Na primeira reunião deste ano letivo, no dia 27 de novembro, fez-se a avaliação das atividades de início do ano: receber os alunos que iam frequentar a escola pela primeira vez e trabalhar no sentido de garantir o respeito pelas dinâmicas que nos caracterizam. Passados dois meses, era importante verificar se as práticas da escola, enquanto comunidade, no que diz respeito à separação de resíduos, tinham sofrido alterações. Ficou claro que se trata de um problema comportamental que tem de ser alterado. Apesar de alguma mudança verificada, ainda persistem comportamentos que não podemos aceitar.
As professoras responsáveis pelo Projeto EcoEscola (uma de Biologia, Gisela Freitas, e outra de Geografia, Ana Isabel Dias), em conjunto com a Associação de Estudantes e com os membros do Conselho EcoEscolas, delinearam uma estratégia de capacitação dos Delegados de Turma para que, em conjunto, as ações de mudança a implementar possam ser mais eficazes. Calendarizou-se uma sessão de sensibilização, e simultaneamente, de formação, para o dia 22 de janeiro, para todos os Delegados, onde se apresentaram aquelas que consideramos serem as boas práticas para a separação de resíduos. Nessa sessão foi formalizado o compromisso de trabalharem com os alunos da turma e com o diretor de turma a fim consolidar o objetivo de transformar a escola num local de bem-estar.
A ESMS foi premiada com o nível avançado do Selo Escola Saudável. Nós acreditamos que toda a comunidade ESMS se sente orgulhosa por fazer parte de uma instituição que trabalha para fazer as coisas certas, da forma certa. Trabalhamos para a saúde e para o bem-estar; trabalhamos com os alunos no sentido de os preparar para abraçar todos os objetivos do desenvolvimento sustentável.
Decorrido um semestre do presente ano letivo, o Conselho EcoEscola reuniu novamente. No dia 11 de março avaliou-se a estratégia implementada e decidiram-se novas medidas. Foi com satisfação que os membros presentes partilharam as mudanças de atitude que foram passíveis de verificação. Contudo, e porque queremos manter a excelência pensaram-se estratégias publicitárias para tornar a mudança mais duradoira e, sobretudo, garantir que quem chega de novo não vai agir de forma diferente.
Neste Conselho também foram debatidos problemas de disciplina, de pontualidade e de assiduidade. São assuntos que não contribuem para um ambiente saudável. Os alunos reconhecem que o telemóvel é um fator de instabilidade e gerador de comportamentos dissonantes com a sala de aula e propuseram alterações a incluir no Regulamento Interno. No que diz respeito à falta de pontualidade, a sua opinião corrobora a dos professores. É um comportamento que tem de ser alterado e apresentaram propostas a incluir no Regulamento Interno.
O Conselho EcoEscola da ESMS tem sido o local para tomar decisões livres e fundamentadas, permitindo a mobilização de competências que permitem intervir na vida da escola.
Os seus membros mostram que dispõem de capacidades de participar de forma cívica, ativa, consciente e responsável. E a ESMS continua a ser asas para os seus alunos.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

27 Novembro 2020

Marcelo e André Ventura

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho