Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Cansaço psicológico

O Zezinho do vestido

Cansaço psicológico

Escreve quem sabe

2020-05-31 às 06h00

Joana Silva Joana Silva

Todas as pessoas passam por várias fases ao longo da vida. Fases em que os sorrisos espelham a felicidade que vai na alma. Fases também, tristes em que o cansaço psicológico parece tomar as “rédeas “ da vida. A falta de motivação para fazer o que quer que seja, a tristeza profunda que invade o coração, a sorte que parece só “ bater à porta dos outros/as”.
A vida é como se fosse uma casa em que a luz brilhante espelha o que se deseja mostrar aos outros, mas nem sempre a luz é tao brilhante assim … “dentro de quatro paredes”. Todos/as temos segredos que não se conta a ninguém. Segredos e segredos. Segredos que roubam o brilho no olhar e se perde o rumo da vida numa atitude quase que derrotista, como se à deriva no mar, perdidos/as, sozinhos/as. O sentimento de abandono pela vida. Antigamente valoriza-se apenas o cansaço físico, o do trabalho. Hoje sabe-se que o cansaço psicológico causa mais danos, pela sua natureza emocional de lidar com situações que parecem “fugir das mãos” e desgastam pela pluralidade de sentimentos negativos que despoletam na mente e no corpo.

O cansaço físico resulta muitas vezes, das múltiplas tarefas que a atividade profissional exige, dos compromissos pessoais de estar em determinado local, por exemplo. Mas o cansaço psicológico vai muito mais além. É na verdade, quando se “está farto/a, de tudo” (expressão popular). No que não se consegue, no que é negado, do que se quer e não se alcança por mais que se tente, e até do que não se luta ou “se vai atrás”, com o medo do que possa acontecer.

Cansaço psicológico, é sinónimo das situações mal resolvidas da vida, as quais não se consegue esquecer e que indiscutivelmente invadem o pensamento de forma continua, numa espécie de luz intermitente ou “pisca-pisca”.
O cansaço psicológico é quando se precisa de tranquilidade em forma de paz. Pela “cisma” constante das memórias ou situações o corpo também adoece. Fica frágil pelas noites mal dormidas, pela falta de apetite, pela irritação à mínima situação, pela tristeza ao deitar na cama, em que se sente a incapacidade de lidar com as situações. Vencer o cansaço psicológico é sinónimo de com determinação enfrentar as situações por mais que seja difícil.
O caminho de “cura” na verdade começa na própria pessoa. Questione-se “o que está mal na sua vida?”, “O Porquê?” “Que decisões foram tomadas?”, “O que pode fazer ainda?”. Você vai sempre a tempo de resolver o que quer que seja. Sempre. Na vida não existe respostas certas para os caminhos ou decisões que se escolhe. Existe sim aprendizagens. A vida, todos os dias dá sentidos e caminhos e todos/as temos o livre arbítrio de decidir a escolha.
Até as escolhas são subjetivas porque partem do momento em que está a viver, independentemente de ser o melhor ou o pior. Se hoje se arrepende de alguma coisa, saiba que na altura que decidiu achou com base no que seria melhor para si. Porque ninguém quer fazer mal a si próprio/a correto?

A sua escolha foi tomada com o que naquele momento achou melhor. Uma dica. Você vai sempre a tempo de “remediar” o que está mal na sua vida. Acredite que sim. Infelizmente nem sempre se o faz pelos medos ou por antever cenários negativos que se toma como certos e na maioria das vezes nem acontecem. Pode sempre voltar atrás e redefinir a sua vida. Se não o fizer, vai perpetuar o cansaço psicológico esteja onde estiver, seja na praia, seja no seu local preferido, seja onde estiver.
Você vai se sentir sempre infeliz, porque não está bem consigo proprio/a. Pense mais em si. Enumere numa folha de papel, o que mais o/a preocupa e detalhe em seguida, possíveis soluções para esse mesmo problema. Vai ficar admirado/a com tantas soluções, confie.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

28 Junho 2020

Verbos traiçoeiros

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho