Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Cães estão na ordem do dia

As Bibliotecas e as Escolas

Ideias

2018-09-12 às 06h00

Paulo Monteiro

A questão dos cães tem estado na ordem do dia, nomeadamente no que diz respeito à proibição de abate destes, nos canis, a partir de 23 de Setembro. Mas há muitos outros assuntos de que se devem falar. Um deles foi tornado público pela GNR esta semana e diz respeito aos ataques de cães na via pública. Desde o início do ano e até 4 de Setembro, segundo dados da Lusa, ocorreram 231 ataques de cães no espaço público, em 2017 foram contabilizados 253 e em 2016 foram registados 258, o que corresponde a um total de 742 ataques nos últimos três anos. Números elevados e que acontecem muitas vezes por falta de civismo dos próprios donos que os deixam à solta, sem trela e (os ditos perigosos) sem açaime.

E, muitos deles, quando são chamados à atenção julgam-se cheios de razão... começando a mandar vir sempre na lógica “não gosta de cães” ou “meta-se na sua vida”. A isto só se pode chamar falta de civismo. Aliás, são os mesmos donos que deixam os seus cães fazer necessidades no meio da rua ou em qualquer lugar e depois não limpam... Pena é, que os outros, donos e cães, cumpridores, acabam por sofrer na pele alguém menos tolerante. Mas são situações que têm de mudar. Aqui o que verdadeiramente preocupa é o facto de desde 2016 mais de 740 cães fizeram ataques na via pública. Uma situação que deve diminuir ou ser anulada para bem de todos. É evidente, também, que muitos desses cães estão na rua e abandonados mas para estes a GNR tem uma solução e revela que qualquer cidadão pode denunciar casos de abandono de cães, através da Linha SOS Ambiente, pelo número 808 200 520, no seu portal da internet em http://www.gnr.pt/ambiente.aspx, ou ainda em qualquer posto territorial da GNR.
Boas ideias, e boas iniciativas, para bem de todos!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

21 Setembro 2018

Pecado Original

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.