Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Braval no topo da reciclagem

Greve

Ideias

2014-02-19 às 06h00

Pedro Machado

Aproveito sempre este espaço de opinião para abordar questões ambientais, por ‘ossos do ofício’, mas principalmente porque penso que nunca serão debatidas em excesso. Quanto mais sensibilizada estiver a população, melhor ambiente teremos e, consequentemente, melhor qualidade de vida.

Assim, hoje aproveito para divulgar, mais uma vez, os resultados da quantidade de resíduos enviada para reciclagem, em Portugal, segundo dados da Sociedade Ponto Verde. Ao analisarmos a quantidade de resíduos enviada para reciclagem, per capita, a Braval é o Sistema de Portugal Continental que mais vidro per capita enviou para reciclagem, se excluirmos a ALGAR, que abrange o Algarve, devido à grande flutuação de população, no Verão, e que desvirtua estes dados.

Na totalidade de todo o tipo de resíduos enviados para reciclagem per capita, e excetuando a ALGAR, devido à flutuação da população, a Braval, em Portugal Continental, é o segundo sistema que mais resíduos enviou para reciclagem, per capita, e o primeiro a Norte e Centro.
Segundo dados da Sociedade Ponto Verde, os portugueses enviaram para reciclagem mais de 382 mil toneladas de resíduos de embalagem.

Em 2013, a reciclagem de resíduos de embalagens cresceu 7% a nível nacional, um resultado que vem demonstrar que, apesar da redução de consumo resultante da atual conjuntura económica, os portugueses mantêm o compromisso com a separação e reciclagem dos seus resíduos de embalagens, materiais recolhidos na sua maioria de forma seletiva através dos ecopontos e sistemas porta-a-porta. Apesar da atual conjuntura, acredita-se que, nos próximos anos, a taxa de reciclagem de resíduos de embalagens continuará a aumentar em Portugal, indo ao encontro das metas propostas no novo Plano Estratégico dos Resíduos Urbanos.

Estes dados vêm provar que, apesar de termos a ideia de que estamos mal, de que estamos atrasados em relação a outras regiões, efetivamente fazemos um bom trabalho, a população está sensibilizada e contribui para estes resultados.
É suficiente? Nunca poderemos dar-nos por satisfeitos, há que sensibilizar mais, há que recolher mais resíduos seletivamente, há que enviar mais resíduos para reciclagem, não só para atingirmos as metas comunitárias, mas para termos melhor qualidade de vida e melhor saúde pública.

Por tudo isto a Braval tem vindo sempre a desenvolver esforços e a investir, para que a melhoria contínua que norteia a sua missão esteja sempre em primeiro lugar.
A Braval é o sistema com mais ecopontos subterrâneos per capita, quase todos os ecopontos dos centros urbanos dos 6 municípios são subterrâneos, tem uma média de 1 ecoponto para cada 320 habitantes, dentro das possibilidades, fornece equipamentos de recolha seletiva a diversas instituições, para que seja mais fácil que todos façam separação de resíduos. Recentemente, foram fornecidos sacos de plástico para recolha de resíduos recicláveis na feira semanal de Braga.

Espero que a população tenha noção de que, quanto mais reciclagem houver, para além dos benefícios ambientais inquestionáveis, menos custos haverá com o tratamento de resíduos, podendo refletir-se na taxa de gestão de resíduos paga pelo munícipe.
A Braval congratula-se pelo contributo da população dos 6 municípios que abrange e pelo reconhecer do esforço que tem vindo a desenvolver.
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.