Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Braga e as quatro presidentes de Junta

Escrever e falar bem Português

Ideias

2017-10-13 às 06h00

Paulo Monteiro

No dia 17 de Julho deste ano o ‘Correio do Minho’ publicou uma excelente reportagem, de duas páginas, da autoria do José Paulo Silva, com o título ‘As mulheres não mandam na Junta’. Tudo porque desde 1976 e até 30 de Setembro deste ano, o concelho de Braga só tinha elegido quatro mulheres para presidentes de Junta de Freguesia:

Rosa Faria (Junta de Freguesia de Penso S. Vicente, 1976); Maria Emília Barbosa (Junta de Freguesia de Escudeiros, 1989), Palmira Maciel (Junta de Freguesia de Lamaçães, 1997) e Goreti Machado (Junta de Freguesia de Fraião e posteriormente (2013) União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães).
Durante 41 anos o concelho de Braga conheceu apenas quatro mulheres presidentes de Junta.

Até que... no passado dia 1 de Outubro foram eleitas de um só vez... quatro mulheres presidentes de Junta:
Maria José Borges (Junta de Freguesia de Pedralva), Elisabete Silva (Junta de Freguesia de Sobreposta), Adélia Silva (União de Freguesias de Merelim S. Pedro e Frossos) e Goreti Machado (União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães).

E esta eleição tem mais um facto curioso: as quatro novas presidentes de junta, que ontem tomaram posse na Assembleia Municipal, foram apostas da coligação ‘Juntos por Braga’, liderada por Ricardo Rio.
Quatro apostas no feminino e quatro vitórias conquistadas com outro dado importante: todas com maioria absoluta...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.