Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

As Bibliotecas e a diversidade cultural

Para reflexão...

Banner publicidade
As Bibliotecas e a diversidade cultural

Voz às Bibliotecas

2022-05-26 às 06h00

Rui A. Faria Viana Rui A. Faria Viana

A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou há duas décadas, mais precisamente em 2002 (através da Resolução 57/249, de 20 de fevereiro de 2003), o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento que passou a comemorar-se anualmente a 21 de Maio, depois da aprovação em 2001 da Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural pela Unesco que a considera como um património comum da humanidade.
A Declaração Universal da UNESCO sobre a Diversidade Cultural, acha que “a diversidade cultural é tão necessária para a humanidade como a biodiversidade para a natureza”, reconhecendo a Diversidade Cultural como “herança comum da humanidade”.
O interesse deste dia reside na oportunidade de promover a cultura e de destacar a importância da sua diversidade, incentivando o respeito pelo próximo, conhecendo melhor as diferenças entre os povos com o intuito de enaltecer a compreensão e solidificar uma maior união. A diversidade cultural pode, assim, contribuir para o diálogo e uma reflexão sobre a compreensão da riqueza das culturas mundiais, desempenhando um papel importante no diálogo intercultural para a consolidação da paz e a promoção de um desenvolvimento sustentável.
Neste Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento, em todo o mundo, somos convidados a promover os valores da diversidade cultural, do diálogo e do desenvolvimento, e, por todo o lado, realizam-se diversos tipos de eventos. Em Portugal, as Bibliotecas, as Autarquias, as Escolas, as Associações Não Governamentais, e outras, organizam palestras, workshops e exibem documentários sobre diferentes povos e etnias, entre outras actividades, para chamar à atenção para a diferença entre culturas, a igualdade, a não discriminação, o respeito pelos direitos humanos, a solidariedade entre os povos e o diálogo com vista à paz e à tolerância.
A declaração apresenta doze artigos que tratam de: a diversidade cultural, património comum da humanidade; da diversidade cultural ao pluralismo cultural; a diversidade cultural, factor de desenvol- dia mundial da diversidade cultural para o diálogovimento; os direitos humanos, garantes da diversidade cultural; os direitos culturais, enquadramento propício à diversidade cultural; rumo a uma diversidade cultural acessível a todos; o património cultural, fonte da criatividade; os bens e serviços culturais, mercadorias de um tipo diferente; as políticas culturais, catalisadoras da criatividade; reforço das capacidades de criação e de divulgação à escala mundial; estabelecimento de parcerias entre o sector público, o sector privado e a sociedade civil, e reforço das capacidades de criação e de divulgação à escala mundial.
Por sua vez, segundo o Manifesto da Unesco “a biblioteca pública é o centro local de informação, tornando prontamente acessíveis aos seus utilizadores o conhecimento e a informação de todos os géneros”.
E, porque os serviços da biblioteca pública devem atender à igualdade de acesso para todos, sem distinção de raça, sexo, religião, nacionalidade, língua ou condição social, a sua missão enquadra-se no espírito deste Dia Mundial cabendo às bibliotecas públicas dar a conhecer as nossas diferenças culturais e ajudar a respeitá-las, contribuindo desta forma para fortalecer a paz e a defesa dos direitos humanos.
Conhecer melhor as diferenças entre os povos ajuda a cimentar o respeito pela dignidade humana e pela valorização da cidadania, possibilitando viver em harmonia com respeito por todos os sistemas de valores, tradições e crenças.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho