Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Apaixone-se...

À porta fechada

Escreve quem sabe

2018-02-06 às 06h00

Margarida Pereira

No passado dia 29 de janeiro, a JovemCoop teve a honra de ser (re)eleita no Conselho Estratégico para a Regeneração Patrimonial e Urbana de Braga (CERPUB). Para nós é fulcral a existência de um conselho, constituído pelas mais diversas entidades, desde associações a juntas de freguesia, passando por individualidades com valor reconhecido no que ao conselho diz respeito. Tendo o CERPUB como função a definição de algumas linhas de ação municipal, a diversidade na sua constituição só pode ser vista como uma mais-valia para a cidade, dado que a discussão de um tema pode ser vista de diferentes perspetivas. Foram diversos os assuntos debatidos nesta primeira de quatro reuniões anuais. Foi abordado o projeto Lojas com História e também os centros comerciais de primeira geração, mas o foco da discussão esteve no prémio municipal de Reabilitação Urbana. Enquanto membros deste conselho esperamos que as medidas delineadas passem para a ação e que a reabilitação do centro da cidade passe a ser a palavra do dia.

Há ainda muito por fazer na cidade e não falamos apenas dos edifícios habituais como o S. Geraldo ou as Convertidas, mas também de algumas ruas como a Rua de S. Domingos, por exemplo, uma rua com grande afluência, onde se situa um dos equipamentos culturais da cidade e cujo edificado se encontra praticamente em ruínas. Na Rua de S. Gonçalo os passeios são praticamente inexistentes e na Rua de Sardoal os passeios têm socalcos que hoje não se coadunam com a mobilidade urbana.
Sabemos que fevereiro é conhecido como o mês do amor e se fizéssemos com que todos se enamorassem por Braga durante todos os dias do ano? Vamos regenerar a nossa cidade para que os seus verdadeiros amantes a possam continuar a admirar?

É sobre o mote Apaixone-se pelas Sete Fontes que a JovemCoop convida todos os bracarenses a virem conhecer este monumento nacional. A terceira edição desta iniciativa acontecerá no dia 17 de fevereiro e o ponto de encontro é às 9h30 no Largo Monte de Arcos (junto à entrada do cemitério).
Esta atividade visa dar uma maior visibilidade às Sete Fontes, partilhando assim o potencial do local para ser o parque verde que a cidade precisa. É urgente respeitar o Complexo Eco-Monumental das Sete Fontes, pois infelizmente apesar de ser uma área protegida devido à sua classificação, este local é um alvo constante de atos de vandalismo e até mesmo de furto de alguns equipamentos, como foi o caso do filtro da água que se encontra na bica pública. Acreditamos que com a concretização do tão aguardado parque verde haverá mais vida naquele local, o que originará uma maior vigilância do mesmo, realizada até pelas pessoas que o irão frequentar. E atualmente precisamos de vida naquele espaço, tendo em conta as legitimas aspirações dos proprietários dos terrenos, que são moralmente condenáveis, pois a colocação de vedações é, nada mais, nada menos, que braços de ferro entre privados e as entidades públicas. Quem fica a perder são as pessoas que querem visitar as Sete Fontes.

É certo que a JovemCoop anseia pelo Parque Verde das Sete Fontes, tal como muitas outras entidades que sempre lutaram pela classificação e preservação deste espaço, mas a demagogia de algumas juventudes partidárias deixa muito a desejar, pois certamente olvidam que o estado actual deste monumento nacional e de toda a sua área circundante é a herança de uma má gestão de quem nunca se preocupou em fazer daquele local um verdadeiro parque verde. Neste apontar de dedos parece-nos que o importante não é discutir o presente, passando uma esponja no passado. Se querem falar do presente, debate-se com a cidade o passado para, de seguida, todos juntos apontarmos para o futuro, para as soluções, pois isso é o que fazem os que verdadeiramente valorizam o espaço. Cooperam para que sejam superadas barreiras e, dessa forma, estaremos certos que será mais fácil concretizar o parque verde das Sete Fontes em algo real e não apenas uma promessa política.
Despedimo-nos reiterando o convite Apaixone-se pelas Sete Fontes no dia 17 de fevereiro com a certeza de que será um amor à primeira vista.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

29 Junho 2018

Gente sem pó

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.