Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Alunos amigos do ambiente

Uma ideia de humano sem história e sem pensamento?

Voz às Escolas

2013-02-25 às 06h00

Maria da Graça Moura

Identificadas as opções do agrupamento de escolas André Soares nas áreas de formação de uma cidadania consciente e promotora da sustentabilidade de uma vida saudável, é altura de divulgar o que é para todos uma grande preocupação - a defesa do ambiente! Os jovens têm direito a viver num planeta limpo e saudável e a responsabilidade de todos os educadores na sua preservação não pode ser adiada!

Assim, destinamos, como oferta complementar para os alunos do oitavo ano de escolaridade, uma disciplina promotora dessa sustentabilidade, a que chama-mos + Ambiente, e na sequência de + Cidade para os alunos do 5.º ano, + Cidadão para os do 6.º ano, + Saúde para os do 7.º ano e + Futuro para o 9.º ano de escolaridade.
Em + Ambiente, o património natural e cultural, as dinâmicas da biodiversidade, a ocupação humana e a sua preservação, são o programa a desenvolver.

Procura-se refletir com os alunos sobre o impacto da ação humana no meio físico e nas comunidades de seres vivos, resultando deste trabalho o efeito minimizador dos malefícios humanos que comprometem a sustentabilidade do ambiente, visando uma expansão de atitudes ambientalistas.

Pretende-se sensibilizar a comunidade educativa para a necessidade de alterar hábitos do quotidiano que garantam a sustentabilidade do planeta, reconhecendo a importância da contribuição individual para o Bem Comum. Os alunos pesquisam sobre vestígios materiais e património imaterial, vistos como exemplos únicos de exploração do espaço, de manifestações religiosas e de práticas comunitárias.

Verificando, in loco, a riqueza do património natural, assumem uma postura cívica na preservação do meio ambiente. Pretende-se ainda que os alunos apresentem estudos relativos a temáticas subjacentes à dinâmica + Ambiente (dinâmica brainstorming).
Num roteiro + Ambiente serão elencados os conteúdos relacionados com as temáticas a explorar, em articulação com as diferentes áreas curriculares, permitindo aos alunos um caminho autónomo no que diz respeito à conceção do projeto a desenvolver (concentrando-se todo o esforço dos alunos numa apresentação à comunidade educativa, no Dia do Agrupamento).
Desenvolvem-se atividades de pesquisa, promove-se o debate, elaboram-se recomendações Amigas do Ambiente (direitos e deveres).

Estão previstas diversas atividades e visitas, a saber, visita ao Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro, visualização de filme sobre o Parque Nacional da Peneda Gerês, apresentação do Parque e visita às exposições do Centro, visita ao Jardim de Plantas Aromáticas e Medicinais, atividade temática “Ecologia do Carvalhal”, plantação (se possível) de árvores autóctones.
A participação e empenho na realização das atividades, o espírito crítico e autonomia revelados ao longo do desenvolvimento do trabalho, a capacidade de pesquisa e o respeito pelas opiniões dos colegas, serão os parâmetros a avaliar.
Mas o fundamental, o que verdadeiramente importa, é o futuro saudável das gerações!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

17 Setembro 2018

“Bons e maus Papeis”

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.