Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Alterações climáticas: bilhões de prejuízos

Cultura plena

Ideias

2017-02-02 às 06h00

Paulo Monteiro

Muita chuva e muito vento... são esperados durante o dia de hoje e amanhã. Os avisos correram ontem o país e o mau tempo que já se fez sentir nos Açores chegou hoje a Portugal Continental. Os avisos de alterações do tempo multiplicam-se a cada ano que passa. As catástrofes são cada vez mais constantes. O acordo de Paris foi recentemente assinado para podermos proteger melhor o nosso planeta. Donald Trump tomou posse como presidente dos Estados Unidos e disse que ia rasgar o acordo e que tudo não passava de uma invenção chinesa...

Pois, o certo é que as alterações climáticas são mesmo uma realidade e muitos países foram fortemente penalizados por isso. Inclusive os Estados Unidos. Mas também o nosso país não foge à regra. Segundo o relatório ‘Alterações Climáticas, Impactos e Vulnerabilidades na Europa 2016’, elaborado pela Agência Europeia do Ambiente, Portugal registou perdas de 6,8 mil milhões de euros em consequência das alterações climáticas entre 1980 e 2013. Estamos a falar apenas de um período de tempo de 33 anos...

O valor total dos prejuízos representa 665 milhões de euros de perdas por cada português e, somente cerca de 4% desses prejuízos, estiveram cobertos por seguros. Ondas de calor, diminuição de precipitação, erosão costeira... são algumas das alterações que afectam o nosso país. E o Minho, e a sua costa, sentem fortemente estes impactos climáticos. Por isso, há que cumprir os acordos globais porque as alterações climáticas dizem respeito a todos, sem excepção, e uns têm de respeitar os outros... Já chega de cada um olhar para o seu umbigo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.