Correio do Minho

Braga, quarta-feira

A ANEIS está de parabéns: faz 20 anos. Merece felicitações

Um ciclo que se abre

Escreve quem sabe

2018-04-24 às 06h00

Cristina Palhares

AAssociação Nacional para o Estudo e a Intervenção na Sobredotação (ANEIS) faz 20 anos. Desde o seu início em Braga, até hoje espalhada pelos país, a nossa homenagem ao Professor Leandro Almeida que a fundou, a fez crescer e, agora, mesmo no início da sua maturidade, continua presente, percorrendo connosco todos os caminhos que fazem desta associação um ponto de apoio a todos e todas, crianças e jovens com caraterísticas de sobredotação e suas famílias.
Estamos todos de parabéns: os que deram o pontapé de saída, os que foram entrando e saindo ao longo dos anos, e aqueles que hoje se mantêm, fazendo jus à velha máxima de Thomas Jefferson que nos tem movido e acalentado desde que iniciamos este percurso: Não há nada mais desigual do que tratar de igual modo pessoas diferentes. Quisemos desde então lembrar ao sistema educativo que estas crianças existem, são diferentes, e como tal, merecem uma atenção específica. Temos vindo a fazê-lo também nos nossos programas de enriquecimento extraescolar e extracurricular, acreditando que vamos mais longe, ao ritmo de cada uma e de cada um, numa perspetiva inclusiva e de desenvolvimento harmonioso porque eles e elas merecem.

O primeiro passo da nossa responsabilidade é o de manter a mente aberta para os reconhecer, o segundo, para os aceitar, e o terceiro, para os ajudar no seu percurso de vida. Assim o fazemos há já 20 anos.
Em jeito de comemoração teremos este ano o nosso XIII Congresso Internacional intitulado Altas Capacidades, Talento e Alto Rendimento, pretendendo promover o intercâmbio entre investigadores e profissionais nas áreas do Ensino, Educação e Psicologia, apresentando e debatendo resultados de projetos de investigação e de intervenção educativa, contribuindo assim para a melhoria do sistema educativo formal e informal, e para a formação dos seus diferentes agentes.

Será já no próximo mês de Maio, a 18 e 19 de Maio, no Museu D. Diogo de Sousa, desta nossa cidade. De relevar ainda o estatuto atribuído à ANEIS pelo European Council for High Ability (ECHA) como Centro de Talentos Europeu (European Talent Centre) integrada na ETSN European Talent Support Network. Dos Estados Unidos ao Brasil, do México à Alemanha, e bem aqui pertinho na nossa vizinha Espanha, muitas são as comunicações orais que espelham em termos internacionais as mesmíssimas preocupações que temos em território nacional. Em Portugal a abertura não é sistemática, mesmo assim destaca-se a aposta do Governo na implementação de cursos de formação de professores e psicólogos escolares, tendo a ANEIS assumido a res- ponsabilidade de conceção e implementação destas ações de formação em várias localidades do País.

O novo volume da Revista SOBREDOTAÇÃO será também lançado neste Congresso. Este volume ilustra a internacionalização da revista. Olhando os autores dos artigos incluídos verificamos a diversidade de países representados e o foco na área escolar. Sem dúvida alguma que a qualidade do ensino e inovação pedagógica depende dos professores em sala de aula. Esta atenção pode ser particularmente relevante em certas situações dada a possibilidade de concorrência de alunos com altas capacidades e com dificuldades na aprendizagem, e daí também as suas necessidades educativas específicas. Estes alunos merecem uma atenção educativa redobrada, evitando cristalizar os apoios em comportamentos específicos, por exemplo nos mais perturbadores do funcionamento da sala de aula, sem se atender ao aluno na globalidade do seu ser e personalidade. Vivenciamos todos os grandes desafios da educação no que concerne ao talento e à sobredotação.

O foco educacional continua a ter uma abordagem inclusiva que trate todos e todas de forma justa, adaptando-se à sua originalidade e unicidade: marcando a diferença. Não nos esquecemos nunca de um dos grandes pilares patrimoniais da humanidade A aceitação do outro e da diferença que implica a promoção de atitudes de respeito mútuo e a sua valorização, através do desenho de uma intervenção que potencie o sentido de identidade e de pertença.
Todas as nossas ações estão sob este jugo. E sendo este um pilar patrimonial da humanidade queremos ainda ir mais além: para além da aceitação. até à sua valorização. A valorização do outro e da diferença, promovendo a diversidade como uma vantagem, apanágio do pluralismo educacional, acreditando que os preconceitos e estereótipos reforçam atitudes hostis no que respeita à discriminação.
A ANEIS é mediadora e assim vai continuar a ser. Na mediação da valorização do outro e da diferença, abrindo as asas de quem pode voar, espalhando a luz de todos aqueles e aquelas que brilham e que, por algum motivo, num momento especial do seu percurso de vida cruzaram os seus caminhos.
A ANEIS faz 20 anos. E com ela, todos os que de alguma forma estão presentes, estão de parabéns.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.