Correio do Minho

Braga, sábado

- +

95 anos com uma mão cheia de presentes... a começar amanhã com ‘Turismo sin fronteras’

A bacia cor de laranja

95 anos com uma mão cheia de presentes... a começar amanhã com ‘Turismo sin fronteras’

Ideias

2021-07-03 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

É isso mesmo ‘Turismo sin fronteras’. Pode ser, também, ‘Turismo sen fronteiras’ ou ‘Turismo sem fronteiras’... espanhol, galego ou português. As três línguas oficiais da euro-região. Mas o importante e o que queremos mesmo transmitir é que somos dois países mas um só destino e uma grande euro-região com cerca de seis milhões de habitantes. Por isso o turismo entre o norte de Portugal e a Galiza não tem mesmo fronteiras. E é seguro. E é por isso mesmo que cinco jornais, um do Minho (‘Correio do Minho’) e quatro da Galiza (Atlântico, La Region, Diario de Pontevedra e El Progreso) juntaram-se para levar até si nas suas edições de amanhã, domingo, um suplemento especial de 64 páginas dedicado ao turismo e a mostrar-lhe um bocadinho do que cada um tem para oferecer. Sim, um bocadinho... porque neste projecto conjunto muitas mais iniciativas vão surgir e vamos revelá-las já na terça-feira, dia 6 de Julho, dia em que o jornal ‘Correio do Minho’ faz 95 anos.
Este é o nosso primeiro grande projecto conjunto mas que começou a ser desenhado há uns anos atrás e que chegou a contar, numa fase inicial, com mais órgãos de comunicação social e não só da escrita como também da rádio e da televisão. Passados uns anos os grupos juntaram-se no que melhor sabiam fazer e assim nasceram, por exemplo, vários projectos conjuntos entre a RTP e a TV Galicia - quem não viu já esses programas ou mesmos tardes em directo dos dois lados do rio Minho?
Nos jornais sempre fomos falando. Sempre fomos sonhando até que um dia decidimos que o importante era deixar de sonhar com projectos de união entre o norte de Portugal e a Galiza e passarmos à acção e fazermos um projecto conjunto. Sempre tivemos como fonte de inspiração o Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular e foi sempre o exemplo máximo do exemplo de união entre um e outro lado do rio Minho e que nos facultou o conhecimento e a aprendizagem. Fomo-nos conhecendo em cada reunião do Eixo, em cada conferência realizada, em cada visita feita e, uma delas, a Bruxelas, onde estiveram jornalistas portugueses e galegos. Sempre juntos em projecto e em sonhos conjuntos. Falei, falo e falarei do Eixo Atlântico porque é uma máquina de união entre o norte de Portugal e da Galiza. Falo do Eixo porque foi o grande responsável por acarinhar este projecto. E falo particularmente do seu secretário geral, Xoán Vásquez Mao por ser incansável no seu trabalho de união, por não querer só a união dos comboios, do roaming, da luta pela abolição das fronteiras mesmo em pandemia e de tantas e tantas outras lutas, sempre em prol da euro-região. É, de facto, um lutador nato. E claro, no Eixo Atlântico, o seu presidente e a vice-presidente, Ricardo Rio (presidente da Câmara Municipal de Braga) e Lara Méndez (Alcadesa de Lugo), respectivamente. São exemplo da luta por esta grande proximidade na euro-região entre o Norte de Portugal e a Galiza. Honra lhes seja feita.
E assim com um pouco de história à mistura amanhã poderá desfrutar de 64 páginas de turismo do Norte de Portugal e da Galiza. É o primeiro de muitos trabalhos porque o que custa é sempre o arranque.
Quero aproveitar para agradecer neste projecto conjunto a hospitalidade que sempre tiveram os meus colegas directores Júlio Rodriguez González (Atlântico), Óscar Outeiriño (La Región), Miguel Ángel Rodriguez (Diario de Pontevedra) e Alfonso Álvarez Riveiro (El Progresso). Provamos o que é mais do que óbvio: a união faz a força e a força fica espelhada com um mega suplemento que é editado amanhã pelos cinco jornais e espalhado pelo Minho, pelo Norte de Portugal e pela Galiza. São 64 páginas todas a cores e nas três línguas oficiais da euro-região. Um suplemento onde “a raia nos une” e onde o norte de Portugal e a Galiza oferecem múltiplas alternativas para desfrutar de um verão diferente e mais seguro. Vale a pena!
Mas temos mais. Aliás, a partir de amanhã vamos ter sempre novidades;
A nossa segunda novidade está marcada para segunda-feira: a oferta de mais um livro do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular. Trata-se do ‘Guia Termal do Eixo Atlântico”. Mais um guia excelente para quem quer escolher e saber mais sobre as termas que podemos encontrar nesta euro-região. Ao longo das páginas da edição de hoje damos destaque também a este guia e por isso não me alongo mais a não ser acrescentar mais uma simples palavra: excelente!
E aqui estão as duas primeiras novidades para os próximos dois dias. Terça-feira daremos mais e boas novidades. É só esperar, já falta pouco.
E por isso, e por amanhã ser dia de ‘Turismo sem fronteiras’ e na segunda-feira da oferta do livro ‘Guia Termal do Eixo Atlântico’, termino com o último parágrafo da página de abertura do suplemento de amanhã ‘Turismo sem fronteiras’ escrito pelo Álvaro Ulloa:
“Así que muchas gracias a todos por acompañarnos en esta aventura.
!Bienvenidos, benvidos, bem-vindos!”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho