Correio do Minho

Braga, quinta-feira

65% das crianças não ingere fruta nem legumes na quantidade certa

As Bibliotecas e as Escolas

Ideias

2017-09-26 às 06h00

Paulo Monteiro

65% das crianças em Portugal, entre os 2 e os 10 anos, não cumpre a recomendação internacional da Organização Mundial de Saúde para uma ingestão mínima de três porções de fruta e duas porções de legumes diárias. Esta é uma das principais conclusões do mais recente estudo divulgado pela Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil e realizada junto de 17.698 crianças de 388 estabelecimentos de ensino de todo o país (10% do total de escolas e jardins de infância).

Segundo o mesmo estudo, a região do Norte, com 63,4% (inferior às recomendações), está entre as regiões onde, mesmo assim, as crianças consomem mais fruta e legumes...
Estes números dizem-nos que se tem de continuar a trabalhar arduamente para que estes sejam invertidos e se implementem mais acções como as do projecto ‘Heróis da Fruta - Lanche Escolar saudável’, entre outros, por exemplo. Este projecto, desde que foi implementado, observou que as crianças que a ele aderiram aumentaram globalmente o seu consumo diário de fruta, sendo esse aumento de 41,9%, no que diz respeito ao ano lectivo de 2016/2017.

Em termos de região, em todas elas se assistiu a um aumento de consumo de fruta, com o Norte a verificar cerca de 15%. Face a estes números é só de louvar este tipo de iniciativa, que vai já na sua sexta edição.
O êxito foi grande e já estão abertas as inscrições para a sétima edição que tem por lema “Comer legumes para aumentar os super poderes”. A frase é sugestiva num mundo em que as nossas crianças têm os seus super heróis. Pode ser que a moda pegue e que o consumo de fruta e legumes chegue aos números pretendidos...

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

21 Setembro 2018

Pecado Original

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.