Correio do Minho

Braga, quarta-feira

25 anos da Biblioteca Municipal Raul Brandão

Três apontamentos

Ideias

2016-02-18 às 06h00

Ivone Gonçalves

A celebração de um escritor, ainda mais de um escritor como Raul Brandão, deixa-nos sempre na profunda insegurança de que nunca é possível l fazer, pensar, mostrar, dar, na dimensão e excelência como esta figura e obra impar merecem.
Apesar desta consciência assumida, estamos em crer que uma data tão emblemática como a que vamos celebrar no próximo ano de 2017, exige de nós, câmara municipal, biblioteca municipal, associações e instituições locais, pensadores, estudiosos, académicos e comunidade em geral um empenhamento de que nos possamos orgulhar no futuro.

Fazer é a palavra certa. Lembrar o nosso desígnio.
Vamos celebrar Raul Brandão, vamos celebrar o livro e a leitura a partir do próximo dia 12 de março, com um ano repleto de acti-vidades que queremos diversificadas, abrangentes e sobretudo que envolvam a comunidade.
Se associarmos aos 150 do Nascimento de Raul Brandão (12 de Março) os 25 anos da Biblioteca Municipal (7 de março) dá-se então a feliz coincidência de estarmos todos a falar, a fazer, a criar, a envolver, a promover o livro e a leitura, através de um dos maiores escritores portugueses.

Celebrar 25 anos da Biblioteca Municipal de Guimarães é também celebrar Raul Brandão criando uma ligação forte e íntima entre a nossa comunidade e o autor, transformando-o num símbolo cultural do concelho e dando-lhe a dimensão nacional que merece.
Celebrar 25 anos da Biblioteca Municipal Raul Brandão é também afirmar de forma orgulhosa o quanto este equipamento é um polo dinamizador de cultura que ao longo destes anos e sob o desígnio dos princípios consignados no Manifesto da Unesco para as Bibliotecas Públicas (1994), foi capaz de satisfazer as necessidades de informação, educação, cultura e lazer da nossa comunidade, fornecendo, evoluindo e inovando os meios necessários para o autodesenvolvimento dos indivíduos, eliminando barreiras e aumentando o conhecimento.

A afectividade que nestes últimos anos fomos mantendo com os nossos leitores é a mesma que queremos criar com o grande escritor e dramaturgo português , Raul Brandão, chegando onde ainda não se tinha chegado, na relação do escritor com a cidade e criando a partir de agora um marco literário de Guimarães para o futuro. Atentaremos, por isso e para isso, num esforço conjunto, “ deslocando-o” aos locais de trabalho e de socialização da comunidade.
Venha celebrar connosco e faça parte desta comunidade.
Venha celebrar a Biblioteca Municipal Raul Brandão.
Venha senti-la sua…

“Onde antes se guardavam ais e suspiros, medos e amores, sabores e aromas.”…” Hoje há livros. Livros que guardam os ecos de tantas vidas, vividas e por viver…”
( Abreu, Francisca, 2012).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.