Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Vitória ruma ao play-off com maior goleada europeia
Requalificação irá permitir maior mobilidade a pessoas e veículos

Vitória ruma ao play-off com maior goleada europeia

Embaixadora da Holanda conhece ecossistema económico e de inovação de Braga

Vitória ruma ao play-off com maior goleada europeia

Desporto

2019-08-15 às 06h00

Miguel Machado Miguel Machado

Depois dos 3-0 na Letónia, a equipa vimaranense goleou em casa o Ventspils, por 6-0, e garantiu a presença no play-off da Liga Europa, com o seu triunfo mais volumoso da história nas provas da UEFA.

Foi um carimbo expressivo para o play-off da Liga Europa. Vitória SC venceu ontem, em casa, o Ventspils, da Letónia, por 6-0, em jogo da segunda ‘mão’ da terceira pré-eliminatória.
A equipa vitoriana mostrou-se novamente superior a um adversário mal organizado defensivamente, tendo construído o resultado com golos de Davidson (28 minutos), Rochinha (47 e 58), João Carlos Teixeira (79), João Pedro (80) e Pepê (86).
Com cinco triunfos em cinco jogos oficiais, materializados com um registo de 15 golos marcados e nenhum sofrido, a equipa treinada por Ivo Vieira vai disputar a eliminatória de acesso à fase de grupos perante Steaua de Bucareste, da Roménia, ou Mladá Boleslav, da República Checa - jogam apenas hoje, após o 0-0 da primeira mão.

O Vitória entrou em campo com o mesmo 'onze' que alinhou na Letónia, mas Ivo Vieira teve de o alterar em resultado da lesão precoce de Joseph, rendido por André Almeida.
A formação vimaranense soube, porém, aproveitar uma bola parada para abrir o marcador, tal como acontecera na primeira mão: após canto de Rochinha, Davidson ganhou a bola ao segundo poste, rematou para defesa de Kudrjavcevs e marcou na recarga. O golo praticamente não influenciou o curso do jogo até ao intervalo. O Ventspils somente obrigou Miguel Silva a defesa atenta nos últimos segundos da primeira parte.

A equipa fo Vitória revelou bem mais qualidade na finalização, com Rochinha a dilatar a vantagem, aos 47 minutos, num remate ao ângulo superior, e a 'bisar' aos 58, num lance em que teve todo o tempo para receber a bola e decidir onde a colocar.
Entre os segundo e terceiro golos, a organização defensiva letã 'ruiu', com os jogadores vitorianos a entrarem facilmente na área com simples tabelas, a criarem sucessivas ocasiões e a marcarem ainda mais três golos.
O recém-entrado João Carlos Teixeira marcou num remate de fora da área, em que o guardião letão foi mal batido, o avançado João Pedro fez o seu golo numa emenda à 'boca' da baliza e Pepê chegou ao golo num remate em arco, já no interior da área, selando a meia-dúzia de golos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.