Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Vila Verde: capital do Pica no Chão
Esposende: 7 detidos por tráfico de estupefacientes e posse de arma proibida

Vila Verde: capital do Pica no Chão

Oferecer sem pedir em troca é a palavra de ordem no Basquetebol do SC Braga

Vila Verde: capital do Pica no Chão

Cávado

2019-11-20 às 23h22

Redacção Redacção

Milhares de pessoas preparam-se para invadir Vila Verde, no fim-de-semana Gastronómico – ‘Vila Verde, Capital do Pica no Chão’ vai decorrer de 29 de Novembro a 1 de Dezembro.

As iguarias da cozinha regional, com destaque para o Pica no Chão e o Pudim Abade de Priscos, são as estrelas maiores de um programa que inclui também as especialidades da doçaria, descontos no alojamento, atividades de natureza e pontos de interesse cultural. O Fim de Semana Gastronómico – ‘Vila Verde, Capital do Pica no Chão’ vai decorrer de 29 de novembro a 1 de dezembro. Prepara-se para atrair milhares de visitantes ao concelho e “fechar com chave de ouro a Rota das Colheitas”, disse a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, durante a manhã de hoje, na conferência de apresentação do evento.

O frango caseiro, o arroz fresco e os genuínos sabores da cozinha regional prometem um Pica no Chão de fazer crescer água na boca. Para a sobremesa, o destaque vai para o célebre Pudim Abade de Priscos. Estas são as sugestões, mas não faltam opções de escolha nos restaurantes aderentes, acompanhadas pelo bom vinho verde da região. Durante o fim de semana, decorre também a 9ª Mostra ‘Doces e Sabores da Nossa Terra’, em que pontuam as especialidades dos mestres de doçaria e pastelaria, com descontos de 15%, no dia 1 de dezembro, nas pastelarias aderentes.


Vila Verde prepara-se para conquistar os visitantes pelo estômago, mas não só, como recordou Júlia Fernandes. Haverá promoções em vários estabelecimentos de alojamento, que juntam os descontos nas noites de sexta e sábado à famosa hospitalidade local. “Salientar também a forma como os restaurantes, os espaços de alojamento e a população em geral recebem os visitantes, sempre de braços abertos e com muita alegria”, afirmou a vereadora da Cultura, acrescentando que o Espaço Namorar Portugal e os museus locais estarão de portas abertas durante todo o fim de semana.
No domingo, 1 de dezembro, destaque ainda para a Feira de Artesanato, no centro de Vila Verde, e para o Trilho da Nóbrega, uma atividade que promete levar os participantes ao encontro da imensa beleza natural e de vários pontos de interesse histórico-cultural da zona da Nóbrega. ‘Vila Verde, Capital do Pica no Chão’ dá o pontapé de saída para os Fins de Semana Gastronómicos do Turismo do Porto e Norte de Portugal e assinala o encerramento da Rota das Colheitas, “uma programação que, ao longo de quatro meses, fez um roteiro extraordinário pelo concelho, mostrou o que de melhor se faz, as práticas agrícolas ancestrais, os sabores e saberes da nossa terra…», concluiu Júlia Fernandes.

O presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, manteve a toada e sublinhou que a Rota incluiu iniciativas “por todo o território concelhio e até além-fronteiras”, já que a Festa do Caldo do Pote de Sabariz é replicada anualmente em Dusseldorf, na Alemanha. “Um percurso de quatro meses que se fez em torno das colheitas e que termina com a qualidade da nossa gastronomia, especialmente dos emblemáticos Pica no Chão e Pudim Abade de Priscos”, referiu.

Com a Rota das Colheitas na reta final, hora de fazer o balanço. “É um programa claramente vencedor, que garantiu a divulgação constante e permanente dos nossos produtos, valorizando o potencial gastronómico, cultural, arquitetónico e paisagístico do concelho. Um programa que ajuda a promover a cultura popular, a preservar as nossas tradições e a dinamizar a economia”, frisou o autarca.
António Vilela destacou ainda os prémios conquistados a nível nacional e internacional por produtos e empresas locais, entre os quais o prato Pica no Chão. “A dinâmica existente em Vila Verde e as parcerias entre as instituições dão resultados, sobretudo graças ao empenho, determinação e capacidade empreendedora dos agentes económicos que desenvolvem atividade no concelho de Vila Verde”, elogiou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.