Correio do Minho

Braga, sábado

Viana do Castelo insiste na remoção de pórtico na A28
Circo de Papel traz alegria, partilha e magia ao Natal de Famalicão

Viana do Castelo insiste na remoção de pórtico na A28

Braga na rota d’ A Floresta através da Fundação ‘la Caixa’

Alto Minho

2018-07-17 às 06h00

Redacção

José Maria Costa congratula-se com redução das portagens para os veículos de mercadorias, que vai abranger a A28, entre o Porto e Viana do Castelo. No entanto, volta a solicitar que o pórtico de Neiva seja relocalizado.

José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana do Castelo congratula-se com a redução de portagens para os veículos de mercadorias em vias como a A28, mas insiste na relocalização do pórtico de Neiva daquela auto-estrada.
Em comunicado, José Maria Costa sublinhou que a diminuição do valor das portagens naquela auto-estrada que liga a capital do Alto Minho ao Porto “era uma reivindicação do executivo municipal, que agora é parcialmente satisfeita” e voltou a pedir ao Governo a relocalização do pórtico de Neiva “por se situar à entrada de uma zona industrial do concelho”.

Em causa está o Programa de Valorização do Interior, aprovado, no sábado em Conselho de Ministros Extraordinário, que decorreu na Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra.
O Governo aprovou então a redução das portagens para os veículos de mercadorias nas auto-estradas do interior, em territórios de baixa densidade, sendo que a A13 e a A28 passam a ser incluídas no conjunto de auto-estradas com valores mais baixos. Os veículos de mercadorias das classes 2, 3 e 4 terão um desconto de 15% nas portagens no período diurno e de 20% no período nocturno, das 20 às 8 horas, e aos fins-de-semana.
Em 2016, a Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou, por unanimidade, um pedido a enviar ao Governo para que incluísse a A28 na lista de ex-SCUT (vias anteriormente sem custos para o utilizador) que estão a beneficiar da redução das portagens.

Na altura, José Maria Costa defendeu ser “um caso de justiça a isenção ou redução do valor das portagens na A28 visto esta auto-estrada estar situada numa zona de interior e servir uma zona transfronteiriça”.
O autarca “solicitou ainda a relocalização do pórtico de Neiva da A28 por penalizar a mobilidade dentro do concelho, já que aquele pórtico encontra-se à entrada de uma zona industrial”, sendo considerado um “entrave” à actividade empresarial da região.
Também ontem, o ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, disse que as empresas que se localizem e tenham actividade no interior podem ter uma redução até 80% nas taxas de portagem.

“A redução total das portagens que se pode alcançar, em relação aos preços que existiam em 2016, é da ordem dos 80%, em particular para as empresas que se fixem nos territórios de baixa densidade”, referiu. Pedro Marques explicou que serão aplicados novos descontos “a todas as empresas que utilizem as auto-estradas do interior”.
Desde 2016 que os veículos de transporte de mercadorias das classes 2, 3 e 4 têm entre 15% a 20% de desconto nas taxas de portagem na A4 (Transmontana e Túnel do Marão), A22 (Algarve), A23 (Beira Interior), A24 (Interior Norte) e A25 (Beiras Litoral e Alta).

Com a nova medida do Governo, as viaturas de mercadorias passarão a ter mais 15% de desconto no período diurno e mais 20% no período nocturno (das 20 às 8 horas) e fins de semana nas auto-estradas anteriormente descritas e também na A13 (Pinhal Interior) e na A28 (Norte Litoral).
Já para os veículos de transporte de mercadorias das classes 1, 2, 3 e 4 de empresas sediadas e com actividade nos concelhos de baixa densidade, os descontos abrangem “mais de 25% em todos os períodos horários”, avançou o responsável.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.