Correio do Minho

Braga, terça-feira

Via Sacra e vida de Jó inspiraram Nettie Burnett
Requalificação EB2,3/secundária constitui “um salto” para o futuro de Celorico de Basto

Via Sacra e vida de Jó inspiraram Nettie Burnett

Câmara de Famalicão investiu cerca de 400 mil euros em manuais escolares para 6500 alunos

Braga

2018-08-20 às 12h00

Miguel Viana

Trabalhos integram I Bienal Internacional de Arte Sacra Contemporânea do Museu Pio XII, que decorre até ao dia 3 de Setembro. A exposição é composta por obras de cerca de 30 artistas

‘As 14 Estações da Cruz’ e o ‘Livro de Jó’ (contido na Bíblia) foram os temas que inspiraram as duas obras da autoria de Nettie Burnett e que podem ser apreciadas na I Bienal Internacional de Arte Sacra Contemporânea de Braga, que decorre até ao dia 3 de Setembro no Museu Pio XII.

A autora explicou que a obra ‘As 14 Estações da Cruz’ é composta por duas partes, e teve como ponto de partida uma peregrinação feita entre o Porto e o Santuário de Fátima.

“Uma das obras é composta por duas peças, que representam as 14 estações de Jesus Cristo na Via Sacra. Resulta de uma peregrinação feita entre o Porto e Fátima. É feita com peças da mata, que estão integradas nas estações de Jesus Cristo”, afirmou a artista plástica.

As peças estão incluídas em duas molduras feitas em forma de caixões.

“O preto corresponde à terra e o branco significa o céu, o paraíso”, adiantou Nettie Burnett.

No texto explicativa que acompanha a peça lê-se que “as 14 Estações da Cruz são representadas de forma abstracta, através de cores e materiais, como um código para retratar as diversas ocorrências no caminho de Jesus para a sua crucificação. Esta representação está executada sobre um mapa que mostra o caminho entre o Porto e Fátima, reforçando assim a simbologia da peregrinação.”
A outra peça exposta é baseada no Livro de Jó (do Antigo Testamento, na Bíblia).

“O livro é feito em chumbo. Quem conhece a vida de Jó, sabe que Jó teve uma vida muito difícil. O livro é feito em chumbo para transmitir o peso da história”, disse Nettie Burnett.
A artista plástica encarou a presença na I Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Braga como “uma oportunidade para mostrar os meus trabalhos. Alguns deles estão ligados à Bíblia”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.