Correio do Minho

Braga, segunda-feira

‘Verde Cool’ convida-o a visitar 45 espaços e a degustar 45 menus
OCDE convida José Maria Costa a integrar o Global Parliament of Mayors Summit

‘Verde Cool’ convida-o a visitar 45 espaços e a degustar 45 menus

Maria Eduarda Silva eleita Rainha das Vindimas 2018

Braga

2018-09-07 às 09h00

Paula Maia

Até 20 de Outubro tem oportunidade de provar o que de melhor a região tem ao nível de petiscos e de vinhos verdes. Cada menu custa 3 euros. O ‘pontapé’ de arranque foi dado ontem.

Arrancou ontem a 4.ª edição do ‘Verde Cool’ que, até 20 de Outubro, convida-o a visitar 45 estabelecimentos e a degustar 45 menus distintos em seis concelhos: Braga, Amares, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Vila Verde.
A iniciativa, promovida pela Associação Comercial de Braga (ACB), em parceria com o Jornal Correio do Minho e a Rádio Antena Minho, tem como objectivo promover os estabelecimentos do sector da restauração, oferecendo uma tapa e um copo de vinho por apenas três euros.
Uma boa sugestão para finalizar o seu dia, provando um petisco acompanhado por um copo de vinho verde da região. Foi precisamente o que fizeram os promotores do projecto que, no final da tarde de ontem, deram o ‘pontapé’ de arranque desta quarta edição que agrega o maior número de estabelecimentos aderentes de sempre. Com o apoio de dois espaços aderentes - Mostardinha da Sé e Dona Petisca - os protagonistas fizeram uma degustação, regada com duas das 38 marcas de vinhos verdes que serão servidos durante o período da iniciativa.
O presidente da ACB considera que tendo em conta os indicadores dos anos anteriores a edição de 2018 “será um sucesso”, desde logo pela crescente adesão dos empresários, passando de 42 para 45 espaços diferentes.
Domingos Macedo Barbosa afirma que esta é uma oportunidade ímpar para conhecer o de melhor Braga tem ao nível dos petiscos, além do vinho verde da região.
O dirigente diz que este modelo de promoção colectiva serve, sobretudo, para promover os pequenos estabelecimentos que, “pela sua dimensão e escala não teriam tantas possibilidades económicas para sobreviver”.
Em representação da câmara Municipal de Braga, parceira da iniciativa, o vereador Altino Bessa diz que os números obtidos nas edições anteriores são reveladores do sucesso que o projecto tem tido junto dos estabelecimentos. “Esta é uma oportunidade para conhecer novos espaços, promover hábitos de convívio e partilha e uma marca forte que é o vinho verde”, frisa o autarca, considerando que o Verde Cool surge como mais uma iniciativa que contribui de forma clara para cimentar Braga como a Capital do Vinho Verde.
Marco Sousa, do Turismo do Porto e Norte de Portugal não tem dúvidas de que este é um projecto que tem todos os ingredientes para ser um sucesso. “Contribui para dinamizar a economia, o turismo e oferece experiências para que as pessoas provem o que de melhor tem a região”
Este é o segundo ano que o ‘Dona Petisca’, localizado junto à Sé, participa no Verde Cool. O projecto trouxe mais visibilidade ao espaço e, consequentemente, mais clientes. “Felizmente já somos uma marca conhecida, mas esta iniciativa traz ainda mais público”, assume Cristina Carvalho, gerente do espaço.
Miguel Amorim, responsável da Adega da Ponte da Barca, patrocinador oficial do Verde Cool, não tem dúvidas que este ano as expectativas são mais elevadas. “Os comerciantes tiveram o cuidado de seleccionar o vinho de acordo com o petisco que prepararam, optando por vinhos de uma gama superior”, diz.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.