Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Theatro Circo é um dos palcos na Rota Europeia de Teatros Históricos
Barcelos é oficialmente membro da ‘Creative Tourism Network’

Theatro Circo é um dos palcos na Rota Europeia de Teatros Históricos

Requalificação irá permitir maior mobilidade a pessoas e veículos

Theatro Circo é um dos palcos na 
Rota Europeia de Teatros Históricos

Braga

2015-07-17 às 06h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

NO ANO EM QUE COMPLETA o seu Centenário, o Theatro Circo foi convidado a integrar a Rota Europeia de Teatros Históricos. Arquitectura, história e estado de preservação foram os critérios.

O Theatro Circo é um dos quatro palcos portugueses que vão integrar uma rota ibérica associada à Rota Europeia de Teatros Históricos que distingue e liga, através de doze rotas geográfica e turísticamente estratégicas, os mais belos, interessantes e preservados teatros construídos entre o período renascentista e primeiras décadas do século XX.
Para a vereadora da Cultura, Lídia Dias, “este reconhecimento do Theatro Circo é muito importante, enquanto peça arquitectónica e o estado de pre- servação da mesma, e enquanto factor de desenvolvimento cultural da região, da cidade, e também em termos nacionais e internacionais”.
A responsável do pelouro da Cultura sublinha ainda o facto desta integração na Rota Europeia dos Teatro Portugueses acontecer no ano em que o Theatro Circo completa o seu centenário.
“Esta integração no ano do centenário do teatro é algo notável, o que nos deixa particularmente felizes, fazermos parte de uma rede internacional que reconhece o teatro como factor de união cultural dos povos. Para nós é um factor de enorme orgulho”, frisou.
Para além do Theatro Circo, a Rota Ibérica é composta por mais três teatros portugueses (Teatro Lethes, Faro; o Teatro Nacional de São Carlos, Lisboa e o Teatro Garcia Resende, de Évora) que foram criteriosamente seleccionados, tendo em conta parâmetros como a ‘beleza arquitectónica’, a ‘relevância histórica’ e o 'estado de preservação' das salas de espectáculo.
Em Espanha, a rota estende-se a oito teatros: Corral Comedias (Almagro), Teatro Español (Madrid), Teatro Rojas (Toledo), Teatro Arriaga (Bilbao), Teatro Principal (Burgos), Teatro Falla (Cádiz), Teatro Principal (Maó, Menorca) e Teatro Real Coliseo Carlos III (San Lorenzo de El Escorial, Madrid).
A Rota Ibérica é a nona rota criada e junta-se às já existentes por toda a Europa.
Para 2016, aguarda-se ainda a abertura da Rota Alpina, do Mar Negro e da Rota do Sul de Itália. Deste modo, no final do próximo ano, a Rota Europeia de Teatros Históricos terá cumprido a missão de se estender a mais de 30 países, ligando mais de 120 teatros através de rotas repletas de arte e de história.
A Rota Europeia de Teatros Históricos é dinamizada pela Perspectiv - Association of Historic Theaters in Europe, associação sem fins lucrativos que surgiu em Berlim em 2003 com o objectivo de alertar a consciência colectiva para a importância dos teatros enquanto representantes de uma herança cultural comum a todos os europeus.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.