Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Telmo Correia exige “redução da carga fiscal”
TUB com “luz verde” para avançar

Telmo Correia exige “redução da carga fiscal”

Chuva intensa inundou ruas e túneis em Braga

Telmo Correia exige “redução da carga fiscal”

Nacional

2019-09-13 às 16h25

Redacção Redacção

Os candidatos do CDS PP à Assembleia da República nas eleições legislativas de 6 de Outubro, liderados por Telmo Correia, estiveram reunidos com a direcção da Associação Comercial de Braga (ACB).

Os candidatos do CDS PP à Assembleia da República nas eleições legislativas de 6 de Outubro, liderados por Telmo Correia, estiveram reunidos com a direcção da Associação Comercial de Braga (ACB).
Nesta acção de trabalho os responsáveis da ACB apresentaram os projectos da associação que assentam em 24 propostas em seis dimensões estratégicas, para a melhoria do tecido económico e social da região tendo por base a modernização do sector, a melhoria da qualidade da gestão, tornar o ambiente económico mais favorável, estimular o mercado de trabalho e a qualificação profissional, a regeneração urbana e organização do território, e ainda, apoiar o associativismo.

“Foram-nos colocadas questões sobre medidas concretas e muito específicas como a necessidade de apoio ao comércio de proximidade, criação de uma plataforma de inovação, com a criação de um programa de gestão inteligente de centros urbanos, do ponto de vista económico, suportado por um sistema Smart City/Smart Retail. Mas há outras que já estão vertidas no nosso programa eleitoral como a redução da carga fiscal, melhor eficiência e eficácia do sistema judicial e redefinição do programa de recuperação de empresas”, referiu Telmo Correia.

As propostas da ACB centram-se também no desemprego e no apoio ao associativismo, medidas que o cabeça de lista do CDS PP salientou serem importantes contributos de quem conhece no terreno as dificuldades e que registou.
“É necessária melhor qualificação e formação dos actores do sector, inovando na inserção de desempregados com idade superior a 45 anos, ou desenvolver trabalho para apoio a uma melhor gestão das áreas industriais e melhorar o regime de arrendamento comercial”, sustentou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.