Correio do Minho

Braga, sábado

- +
‘Ser bebé’ faz de Famalicão o centro da Educação de Infância
Ricardo Martins arbitra Forjães-Porto d’Ave

‘Ser bebé’ faz de Famalicão o centro da Educação de Infância

Romance ‘Morrer de Saudade’ celebra Instituto Monsenhor Airosa

‘Ser bebé’ faz de Famalicão  o centro da Educação de Infância

Vale do Ave

2019-11-10 às 11h00

Redacção Redacção

Estão já inscritos 300 participantes na conferência ‘Ser Bebé – Políticas e Práticas para a Educação dos Zero aos Três Anos’, que vai decorrer a 23 de Novembro, na CESPU, em Famalicão.

A Associação de Profissionais de Educação de Infância (APEI) e a Associação Gerações vão realizar em parceria, com a colaboração da Câmara de Famalicão, uma conferência internacional subordinada ao tema ‘Ser Bebé – Políticas e Práticas para a Educação dos Zero aos Três Anos’. A iniciativa decorre a 23 de Novembro, no auditório da CESPU - Escola Superior de Saúde do Vale do Ave.
“O êxito desta iniciativa e a atractividade que gerou em todos os profissionais ligados à Educação de Infância fez com que a capacidade de acolhimento do auditório da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave esteja, no momento, quase esgotada”, avança a organização, revelando que de todo o País, convergirão para Famalicão educadores, técnicos, psicólogos, assistentes sociais e pessoal de apoio das IPSS, cooperativas e estruturas que têm uma palavra a dizer neste sector, num total de 300 participantes.
Integrada nas comemorações dos 20 anos da Associação Gerações, a conferência integra-se também na estratégia de internacionalização do Município de Vila Nova de Famalicão que tem como um dos principais objectivos trazer lá de fora o que de bom se faz em diferentes domínios, neste caso na educação de crianças, levando também para o exterior as boas práticas educativas que são concretizadas em Famalicão.
É na base deste pressuposto que vão estar em Famalicão especialistas de renome mundial em Educação de Infância como Chris Pascal e Tony Bertram, investigadores ingleses do ‘Centre for Research in Early Childhood’, do Reino Unido, que vão desenvolver o tema ‘Early Effective Learning – The Baby EEL Projet’.
Do lado de Portugal - que tem também reputados especialistas e nomes grandes ligados à Educação de Infância - é de salientar a presença de Júlia Oliveira-Formosinho e João Formosinho, membros da ‘Associação Criança’ e professores jubilados da Universidade do Minho, que vão tratar o tema ‘Formar para (trans)formar – o papel das pedagogias participativas’.
Numa mesa redonda, com o título ‘Perspectivas Pedagógicas na Educação de Infância’, vão ser analisados vários modelos pedagógicos para a Educação de Infância, com destaque para a ‘Pedagogia em Participação’, por Andreia Lima, ‘Emmi Pikler’, por Daniela Silva, directora técnica e pedagógica da Associação Gerações, ‘Reggio Emilia’, com Ana Lopes Mesquita, ‘High Scope’, com Dalila Lima, ‘MEM’, com Assunção Folque e ‘Brincar Heurístico’, com Sara Araújo. Esta mesa redonda tem a moderação de Ana Azevedo.
‘Construir Práticas Educativas dos zero aos três anos’, com intervenções de Fátima Aresta, do Centro de Animação Infantil de Évora, Vera Luís, do Centro Social e Paroquial da Igreja Nova, CSPIN Mafra, e Daniela Silva, da Associação gerações, é a mesa redonda que dará inicio aos trabalhos da tarde.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.