Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Seminário Internacional “Património Mundial, Património Vernáculo & Património de Terra” reúne especialistas internacionais
Mais de 70 presépios interpelam para o Natal

Seminário Internacional “Património Mundial, Património Vernáculo & Património de Terra” reúne especialistas internacionais

Utentes do Novais e Sousa convidaram bracarenses a reflectir sobre a deficiência

Seminário Internacional “Património Mundial, Património Vernáculo & Património de Terra” reúne especialistas internacionais

Alto Minho

2019-11-08 às 17h17

Redacção Redacção

Com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova Cerveira e a Fundação da Bienal de Cerveira, a Escola Superior Gallaecia está a organizar, ao longo desta sexta-feira, o Seminário Internacional “Património Mundial, Património Vernáculo e Património de Terra”, contando com a presença de especialistas provenientes da Nova Zelândia, Irão, França, Itália, Espanha e Portugal. Autarca Fernando Nogueira presidiu à sessão solene de abertura, evocando exemplos de preservação do património e das boas práticas urbanísticas implementadas no concelho.

Dinamizado através do projeto europeu de investigação 3dPast “Leaving and virtual visiting European World Heritage” sob a coordenação da Escola Superior Gallaecia (Portugal), com a parceria da Università degli Studi di Firenze (Itália) e da Universitat Politècnica de València (Espanha), este debate de cariz internacional tem como finalidade proteger o património português, através da partilha de informação e de ações de sensibilização.
O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira aceitou o convite para presidir à sessão de abertura, com a Diretora-Geral da Direção Geral do Património Cultural, Paula Araújo da Silva e a presidenta da ESG, Mariana Correia. Fernando Nogueira sublinhou que “Vila Nova de Cerveira tem sido um município particularmente atento às alterações urbanísticas, prestando atenção às freguesias do interior do concelho, de forma a não descaracterizar o que é o património natural e edificado de cada uma das localidades mais rurais, tentando sensibilizar e incentivar que as intervenções efetuadas no âmbito público respeitem as características vernáculas correspondentes da tipologia própria de cada local”. O edil cerveirense assegurou que “o conhecimento do impacto da arquitetura vernacular na atratividade turística aliada à existência de recursos e condições singulares, colocam a preservação e a valorização do nosso património como uma das apostas competitivas a nível turístico”.
O presente seminário conta com um vasto leque de oradores convidados, nomeadamente a Arq. Paula Araújo da Silva, Diretora-Geral do Património Cultural; a Dr.ª Regina Durighello, Diretora da Unidade de Monitorização de Património Mundial do ICOMOS Internacional de Paris; a Prof.ª Soraya Genin, Presidente do ICOMOS-Portugal; o Arq. Manuel Lacerda, Focal Point Português para o Património Mundial; a Prof.ª Mariana Correia, Presidente do Comité Cientifico Internacional ICOMOS-ISCEAH (património em terra) e Presidente da esGallaecia; o Diretor da Escola de Arquitetura da Universidade de Florença; Prof.ª Camilla Mileto e Prof. Fernando Vegas, responsáveis do grupo de património vernáculo da Universidade Politécnica de Valencia; especialistas internacionais como Arq. Ian Bowman (Nova Zelândia), Dr. Rasool Vatandoust (Irão), e especialistas nacionais como o Prof. Gilberto Carlos, a Prof.ª Ana Lima e a Prof.ª Goreti Sousa, do Centro de Investigação Ci-ESG, da Escola Superior Gallaecia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.