Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
SC Braga quer fazer história em Bratislava
IPVC e América Latina investem 3,5 ME em cooperação académica

SC Braga quer fazer história em Bratislava

Autarca de Viana do Castelo promove potencialidades do concelho em Roissy, França

SC Braga quer fazer história em Bratislava

Desporto

2019-12-12 às 12h15

Miguel Machado Miguel Machado

Segurar o 1.º lugar do grupo K e focados em bater mais recordes na Liga Europa é a motivação do SC Braga para o duelo desta noite, na Eslováquia. Apesar do frio (menos 2 graus) Sá Pinto promete guerreiros responsáveis diante do Slovan Bratislava.

O SC Braga já tem o passaporte carimbado para a próxima fase da Liga Europa (16 avos de final), que era o principal objectivo nesta competição, mas o treinador Ricardo Sá Pinto quer fechar em beleza a participação na fase de grupos, com mais uma vitória e na liderança do Grupo K, à frente dos ingleses do Wolverhampton. Os Guerreiros do Minho encontraram na Eslováquia um frio de rachar, vão jogar esta noite possivelmente sob neve, mas só têm em mente um desafio: vencer.

“Será sempre um jogo de grande responsabilidade, estamos a representa o clube, e temos uma oportunidade de fazer história. Queremos lutar pela vitória, é a nossa forma de estar. Apesar de apurados vamos lutar para vencer”, afirmou o treinador da equipa bracarense, recordando que os Guerreiros podem bater mais um recorde europeu para o palmarés do clube.
“Com mais dois golos podermos ser a equipa mais concretizadora de sempre da Liga Europa. Apesar de termos superado o nosso objectivo na Liga Europa, não vimos jogar por jogar, mas para tentar ganhar o jogo”, frisou Sá Pinto, prometendo uma equipa responsável em Bratislava.

Quanto às condições climatéricas adversas, Sá Pinto desvaloriza e mostra-se firme no propósito de somar a quarta vitória e segurar o primeiro lugar do Grupo K, perante um adversário que vai querer também despedir-se bem na sua casa. “Será um handicap para nós jogar com menos dois graus. Mas estamos preparados para jogar com o frio, não é o tempo ideal, mas nesta profissão temos de nos saber adaptar àquilo que é possível fazer e não ao que apenas queremos fazer. Preparamos o jogo como qualquer um”, referiu.

Quanto “ao nosso adversário está fora desta competição, mas os jogadores estarão motivados por este jogo trazer algumas oportunidades de se mostrarem, visto disputarem um campeonato menos visto e menos competitivo”, aludiu o treinador, não escondendo a sua satisfação por os Guerreiros chegarem a este jogo já com a missão cumprida.
“Temos de nos divertir com responsabilidade e aproveitar estas oportunidades. A equipa tem feito um excelente percurso nesta competição e não vamos entregar nada a ninguém independente do adversário que venha- mos a encontrar na próxima fase. Se pudermos ir mais longe iremos sempre”, rematou.

Já apurados para os 16 avos de final da Liga Europa, e face à importân-cia dos próximos jogos a nível nacional, o treinador do SC Braga admite fazer mudanças na equipa.
“Estamos num ciclo exigente de cinco jogos,
já realizámos dois e temos mais três, no espaço de dez dias. Provavelmente haverão alterações para alguns jogadores se poderem divertir e desfrutar desta competição. Quem entrar terá de estar focado para podermos ter um resultado positivo”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.