Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Sameiro afirma-se na rota turística
Amares avança com projectos pioneiros

Sameiro afirma-se na rota turística

Distinção junta SC Braga e Vitória SC na Gala do Desporto da UMinho

Sameiro afirma-se na rota turística

Braga

2019-08-16 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Confraria do Sameiro quer captar ‘novos públicos’. Obras de reabilitação do santuário mariano e classificação do vizinho Bom Jesus do Monte como Património Mundial justificam estratégia da nova mesa administrativa.

Sameiro, o segundo maior santuário de devoção mariana de Portugal, quer afirmar-se também como pólo de atracção turística e espaço de lazer. A recente reinstalação de dois binó- culos para uma vista panorâmica da cidade de Braga e da região envolvente é apenas uma das medidas tomadas pela Confraria de Nossa Senhora do Sameiro no início de um novo mandato, período durante o qual se pretende sustentar o santuário nos roteiros turísticos.

“A nova mesa administrativa da Confraria está apostada em captar para o Sameiro o fluxo crescente de pessoas que visitam o Santuário do Bom Jesus do Monte, agora classificado como Património Mundial”, justifica o cónego José Paulo Abreu, presidente daquela entidade. “Queremos entrar na actual dinâmica de crescimento turístico”, adianta.

“Chamar outros públicos ao Santuário do Sameiro” é aposta da mesa administrativa que tomou posse em Junho último, encerrado que foi um ciclo de obras de reabilitação da basílica e dos espaços exteriores do Santuário dedicado a Nossa Senhora.

A reinstalação, no passado dia 9 de Agosto, de dois binóculos junto à basílica faz parte desta estratégia da Confraria de Nossa Senhora do Sameiro.
Depois de restaurados, os binóculos permitem usufruir de novo de uma observação privilegiada da cidade de Braga durante um minuto e meio pelo preço de um euro. Em dias de atmosfera mais límpida, os instrumentos, semelhantes ao que está instalado no vizinho Santuário do Bom Jesus do Monte, permite alcançar o litoral de Esposende.

“É uma ajuda ao Turismo”, diz José Paulo Abreu ao ‘Correio do Minho’, reconhecendo que grande parte das pessoas que se deslocam ao santuário o fazem apenas para assistir a cerimónias religiosas.
“Neste mandato queremos ter mais interacção com os visitantes”, adianta o reconduzido presidente da Confraria , reconhecendo que “o santuário tem pouco entretém para além dos piqueniques”.


Crianças e pessoas com mobilidade reduzida são públicos específicos que a Confraria de Nossa Senhora do Sameiro pretende captar com passeios de ‘tuk tuk’ pelo perímetro do santuário.
O novo serviço é também dirigido aos turistas que afluem em número crescente a este local de devoção religiosa, os quais, na maior parte dos casos, cingem a visita à basílica e espaços adjacentes, esquecendo outros pontos de um recinto que inclui jardins e uma pequena mata.

A gruta de Nossa Senhora de Lurdes e o lago são dois pontos de visita que a Confraria quer promover.
Após a inauguração do posto de turismo do santuário, no dia 5 de Maio deste ano, a entidade gestora está a promover visitas guiadas ao recinto. Para grupos mínimos de seis pessoas, há três ofertas distintas, sendo a mais acessível a visita guiada ao recinto do Santuário por três euros por pessoa. Por mais 50 cêntimos, os participantes têm direito a ‘coffee-break’. Uma subida ao zimbório com ‘coffee-break’ custa quatro euros, podendo os bilhetes ser adquiridos no Posto de Turismo.

O posto de turismo, embora recente, já é muito requisitado e tem sido aproveitado para o acolhimento de iniciativas de carácter cultural. Depois da exposição ‘Santos Populares’, da autoria da artista Margarida Costa, o espaço recebe, a partir de domingo, a mostra ‘Bonecas Namorar Portugal’, com peças assinadas por Ana Gomes e Amélia Gomes, mãe e filha, residentes em Cabanelas, Vila Verde.
“Esta mostra pretende ser espaço de divulgação, mas também montra de alegria, janela de muita cor e irradiação dos melhores sentimentos para todos os visitantes do Santuário de Nossa Senhora do Sameiro”, destacam os responsáveis da Confraria

A mesa administrativa da Confraria do Sameiro vai investir, por outro lado, na instalação de parque infantil, adiantando o presidente José Paulo Abreu que é necessário criar condições que permitam aos visitantes prolongar a sua estadia no santuário.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.