Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Salvo pelos bombeiros de Arcos de Valdevez emigrante que foi arrastado pela corrente
Doçaria caseira e saudável é imagem de marca do Chá das Marias

Salvo pelos bombeiros de Arcos de Valdevez emigrante que foi arrastado pela corrente

Mais de 1300 amarenses foram à descoberta do mundo marinho

Casos do Dia

2018-08-22 às 06h00

Teresa M. Costa

Dia de pescaria acabou com a intervenção dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez chamados a resgatar um homem de 48 anos que foi arrastado pela corrente, na zona da praia fluvial da Senra, na freguesia de S. Jorge.

Um emigrante de 48 anos foi à pesca, ontem de manhã, mas foi surpreendido pela subida do caudal e teve que ser resgatado pelos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez na localidade de S. Jorge.
Arrastado pela corrente, o pescador amador ‘agarrou-se à vida’, segurando-se na vegetação até ser salvo pelos bombeiros.
O emigrante foi à pesca acompanhado pelo irmão que ficou na margem enquanto ele foi para o rio num caiaque, junto à praia fluvial da Senra.

Por volta das 9.30 horas, o homem foi surpreendido pelo repentino aumento do caudal - fruto de uma descarga da barragem de Touvedo - e arrastado pela corrente, tendo-se agarrado à vegetação.
O comandante dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Filipe Guimarães, confirma que a vítima esteve quase uma hora agarrada à vegetação ate chegar a equipa de mergulho que entrou rio dentro, contra a corrente, para o conseguir resgatar.

Filipe Guimarães, que integra a equipa de mergulho da corporação arcuense e que ontem ajudou no salvamento, revela que o emigrante estava “nervoso” e “ficou muito tempo, em esforço, a lutar contra a corrente”.
Os próprios bombeiros tiveram algumas dificuldades. Para conseguir chegar até à vítima, os operacionais também tiveram que se deixar arrastar pela corrente.
O resgate foi feito com recurso a uma corda, descreve o comandante, satisfeito com o desfecho.
No final, a vítima não precisou de ir ao hospital.
Para o local, os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez mobilizaram sete operacionais, incluindo a equipa de mergulho e apoio, apoiados por duas viaturas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.