Correio do Minho

Braga, terça-feira

Projecto promove competências digitais de população sénior
Fadista Gisela João regressa à Casa das Artes de Famalicão

Projecto promove competências digitais de população sénior

INL posiciona Braga no mapa mundo da inovação e da ciência

Cávado

2018-07-16 às 08h00

Redacção

Câmara Municipal de Amares e ISAVE assinaram um protocolo de colaboração para promoção de competências digitais junto da população sénior, no âmbito do projecto ‘Clic@r na melhor idade’.

A Câmara Municipal de Amares e o ISAVE – Instituto Superior de Saúde acabam de assinar um protocolo de colaboração no âmbito do projecto ‘Clic@r na melhor idade’, iniciativa que está a ser promovida pelo Município amarense de forma concertada com a INCoDe 2030 com o objectivo de procurar desenvolver competências digitais junto da população sénior do concelho.
Após a assinatura do respectivo protocolo, que segue a premissa de promover, precisamente, a literacia digital junto desta faixa etária e, simultaneamente, contribuir para a formação de estudantes do Instituto Superior de Saúde – ISAVE a partir do seu envolvimento voluntário enquanto mentores deste projecto, o presidente da autarquia, Manuel Moreira, sublinhou a importância de “criar sinergias locais para a capacitação deste género de competências, criando oportunidades de acesso da população sénior a iniciativas promotoras de inclusão social”.

“Este é um projecto ambicioso e pioneiro no país que estamos a implementar com entusiasmo e paixão e que esperamos tenha resultados positivos na nossa população, contribuindo para o seu bem-estar e aquisição de novos conhecimentos”.
“Estou certo de que estes alunos vão poder dar também um importante contributo a este nível também”, concluiu Manuel Moreira.
Para a directora do ISAVE, Mafalda Duarte, esta iniciativa “encaixa em pleno no projecto pedagógico cultural e científico” da instituição e, nesse sentido, é com “muito gosto” que se associam ao Município de Amares.

A ideia explica “é actuar em dois lados: numa primeira fase vamos contribuir para a formação de mentores que depois sigam para o terreno para trabalhar com a população idosa e num segundo momento também vamos recorrer aos nossos estudantes de acordo com os nossos planos de estudo para também eles irem para o terreno e actuarem de forma directa com a população envolvida neste projecto contribuindo para a literacia digital dessas pessoas”.
Implementado, ainda, em articulação com as juntas de freguesia e IPSS do concelho, o ‘Clic@r na melhor idade’ está a ser implementado, de forma gratuita, junto de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos que ainda não têm um contacto muito forte com o mundo digital.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.