Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Prémio “Jovem Agricultor” entregou à Câmara Municipal exemplares de primeira colheita de kiwis
Alunos esposendenses participaram na Code Week

Prémio “Jovem Agricultor” entregou à Câmara Municipal exemplares de primeira colheita de kiwis

Adopção de estilo de vida saudável pode evitar um terço dos cancros

Alto Minho

2018-08-24 às 22h00

Redacção

Em setembro de 2016, o projeto recebeu o Reconhecimento de Interesse Público Municipal, num apoio que se integra na política de incentivos da Câmara Municipal para as novas fileiras da agricultura.

Um jovem agricultor premiado entregou à Câmara Municipal de Viana do Castelo exemplares da primeira colheita de ‘baby kiwis’, plantados em São Romão de Neiva, num projeto que contou com o Reconhecimento de Interesse Público Municipal.

A plantação, numa área de 3 hetares, quando estiver em pleno vai atingir as 60 toneladas por colheita, sendo que 50% da produção será para exportação, tendo como principal destino a Alemanha. O vereador do planeamento e gestão urbanística, desenvolvimento económico, mobilidade e coesão territorial na Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, recebeu os exemplares desta primeira colheita, que resultaram de um investimento de 300 mil euros por parte do jovem agricultor.

O projeto, de produção de mão-de-obra intensiva, conta com dois funcionários permanentes e 25 trabalhadores sazonais, em dois períodos, para a poda e colheita do fruto. Esta é uma produção certificada, contando com a certificação internacional GlobalGAP e certificação GRASP.

O Baby kiwi, sobretudo pertencente à espécie Actinidia arguta, é um tipo de kiwi muito mais pequeno do que o comum kiwi, tendo como principal particularidade não apresentar “pelos”, pelo que pode ser consumido com casca. O baby kiwi apresenta como característica uma maior doçura e é colhido, maduro, a partir do mês de agosto.

Em setembro de 2016, o projeto recebeu o Reconhecimento de Interesse Público Municipal, num apoio que se integra na política de incentivos da Câmara Municipal para as novas fileiras da agricultura. Em São Romão de Neiva, o jovem agricultor construiu um edifício de apoio agrícola com a área de 300 metros quadrados, indispensável à viabilização da exploração da plantação de kiwis. A área do edifício foi reduzida ao mínimo necessário, atendendo ao programa funcional necessário, que incluiu zonas de armazém de máquinas e alfaias agrícolas, câmara de frio, calibragem e embalamento do produto, para distribuição, bem como áreas de apoio aos trabalhadores.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.