Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Organização de referenciação quer chegar a Vila Verde
Bilharistas vianenses Henrique Correia e Vânia Franco recebidos na Câmara Municipal depois de se sagrarem campeões europeus

Organização de referenciação quer chegar a Vila Verde

Adoptado por alguns, o rio que nasce e percorre a cidade tem que ser de todos

Organização de referenciação quer chegar a Vila Verde

Cávado

2019-05-18 às 16h50

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

BNI - Business Network International é um dos maiores especialistas do mundo em ‘networking’ e em marketing palavra passa palavra. Ontem o BNI Best, grupo de Braga, reuniu em Vila Verde.

Criar um grupo em Vila Verde e outro em Ponte de Lima são os objectivos próximos do director consultor da zona Minho do BNI - Business Network International, Hugo Silva, que ontem participou numa reunião de networking promovida pelo BNI Best, grupo de Braga. O encontro, com empresários de Vila Verde, pretendeu divulgar a filosofia da maior organização profissional de negócios e referenciação do mundo.
O BNI foi fundado nos Estados Unidos em 1985 por Ivan Misner, um dos maiores especialistas do mundo em ‘networking’ e em marketing palavra passa palavra e hoje está presente em mais de 73 países e tem mais de 250 mil empresários e profissionais liberais.

“Em Portugal, a organização existe há 34 anos e na região Norte já lá vão 14 anos. Entretanto, fui convidado há 9 anos para conhecer o grupo e foi-me proposto criar o grupo na Zona Minho. Comecei em Barcelos, estou a acompanhar o grupo em Braga e estou a criar um grupo em Guimarães”, adiantou Hugo Silva, referindo que os empresários “estão a perceber a filosofia do dar para receber, de criar parcerias e aumentar os negócios”. E Hugo Silva foi mais longe: “esta filosofia é muito interessante, porque trabalhamos com referências de negócios e actividades reais”.
Por isso, faz “todo o sentido” promover estas reuniões de networking, porque “há muitos empresários não têm conhecimento que existe a organização e o objectivo é criar sinergias e alavancar os negócios”.

Também o presidente do BNI Best, grupo Braga, Paulo Abrantes, assumiu que o grande objectivo “é dar hoje para receber amanhã”. E aquele responsável explicou: “no fundo somos uma cooperativa, que premeia quem mais dá negócios e referências ao colega”.
Actualmente o grupo de Braga conta com 17 membros e reúne todas as sextas-feiras, às 7 horas, no Hotel Meliá. “Somos um grupo muito diversificado de áreas e enquanto a concorrência está a acordar nós já estamos a trabalhar e a essa hora o telemóvel também não toca”, atirou o presidente, que prepara agora uma reunião em Cabeceiras de Basto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.