Correio do Minho

Braga,

- +
O maravilhoso mundo animal representado por espécies dos quatro cantos do mundo
Reviravolta no marcador com o carimbo de Paulinho

O maravilhoso mundo animal representado por espécies dos quatro cantos do mundo

Feira de Natal do baixo Concelho da Póvoa de Lanhoso promove tradições

O maravilhoso mundo animal representado por espécies dos quatro cantos do mundo

Braga

2019-11-11 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Foram mais de 1600 os animais que estiveram em exposição naquele que é já considerado um dos maiores certames dedicados ao sector. Visitantes deram especial atenção às novidades, com especial destaque para os formigueiros.

Oriundos dos mais diversos países, mais de 1600 animais deram corpo a mais uma edição memorável da Expo Animal que teve lugar este fim-de-semana no Altice Forum Braga. Foram milhares os que passaram por aquele que é já considerado um dos maiores certames do sector a nível nacional e internacional e que atrai à cidade minhota expositores de praticamente todo o mundo. Para além da Exposição Internacional de Cães, os visitantes puderam deslumbrar-se com um sem número de espécies de animais, desde os felinos, passando pelas aves, os peixes, até aos animais mais exóticos, como o dragão barbudo ou a Iguana Vermelha, ou até mesmo a Civeta e as formigas que, pela primeira vez, marcaram presença no certame.

Eduardo Sequeira e Carmen Boaventura são os únicos criadores de formigas em Portugal e trouxeram ao certame o resultado de um trabalho de vários anos que surpreendeu todos os que passaram pela Expo Animal. Nunca esta exposição tinha recebido este grupo de insectos, nem tão pouco a maioria dos visitantes tinha pensado em tê-los como animal de estimação. Mas, quem viu ficou verdadeiramente surpreendido. “Este tem sido o nosso hobby, mas vai evoluir para projecto já em Fevereiro com o desenvolvimento de um formigueiro para que seja fácil criar formigas em casa”, diz-nos Eduardo que conta já com vinte anos de experiência nesta área ainda tão pouco explorada no nosso país. A ideia é criar um kit que possa ser utilizado por qualquer pessoa que queira ter e tratar de uma colónia de formigas em casa. Só os formigueiros é que são pagos já que as formigas são oferecidas pelo criador.

“O que o formigueiro permite é ver o que acontece debaixo da terra. Conseguimos ter acesso a toda a vida social destes insectos que geralmente está escondida, desde a rainha a pôr os ovos, as larvas, e todo o trabalho que cada uma faz”, diz ainda Eduardo. E argumentos não faltam para levar estes pequenos insectos para casa. “Desta sociedade é possível retirar tudo o que retiramos de um animal de estimação, a parte da responsabilidade, a empatia com a natureza, e com uma vantagem: é que têm uma resiliência muito grande porque fazem reserva de alimentos.?Nesta altura do ano cuidar de um formigueiro dispensa apenas 15 minutos de três em três meses”.

Mais de dez mil passaram pelo Forum Braga

Pela sexta edição da Expo Animal passaram, este fim-de-semana mais de dez mil visitantes, cumprindo as expectativas da organização que apontava uma média de dez mil entradas.
E não foram somente os bracarenses a darem corpo a este número. Tal como tem sido habitual, pelo certame passaram muitos visitantes do concelhos e distritos vizinhos.
De Ponte de Lima Ana, Fernando e Francisco Matos - pai, mãe e filho, respectivamente - visitaram ontem o certame pela primeira vez, embora tenham por hábito visitar feiras de animais em outros pontos do país, nomeadamente no Porto. A acompanhar a família veio também ‘Duke’, um Serra da Estrela, que é também já um membro da família. “Gostamos de animais e decidimos visitar a exposição”, conta-nos Ana que esperava pelo início do julgamento do cães, o animal predilecto da família. “O espaço está óptimo e já tivemos oportunidade de ver outros animais, nomeadamente os reptéis e as aves”, conta-nos ainda Ana.

Esta também foi a primeira vez que Julieta Touret veio à Expo Animal. “Vim particularmente por causa do meu filho”, diz-nos a bracarense. O pequeno Grabriel estava deslumbrado com a Ilha Exótica, onde as serpentes, a iguanas, os pequenos dragões fizeram as delícias dos visitantes. A Ilha Exótica é uma das principais atracções do certame por albergar animais menos comuns. Há vários anos que Vítor Ferraz, o maior criador luso deste tipo de animais, marca presença na Expo Animal de Braga. “É sempre bom mostrar e desmistificar um pouco o que são estes animais que também podem ser adoptados para nos fazerem companhia. Basta ter as condições necessárias, como o aquecimento, as lâmpadas, entre outras”. Os dragões barbudos são, segundo o criador, a espécie que mais atrai a atenção dos visitantes.

“São muito afectuosos”, garante Vítor, acrescentando que entre os ‘exóticos’ estes são “os que mais interagem com o homem”. Uma das maiores comunidades de animais presentes neste certame são os felinos. Vindos de vários pontos do globo, atraem as atenções dos visitantes pela sua beleza e amorosidade. Entre os mais de 200 gatos encontrámos um Main Coon, uma raça de gato americana, que arrecadou o título de campeão internacional neste certame. A beleza deste felino, de um ano e meio, não deixa ninguém indiferente. Os Sphynx, a raça de gatos cuja característica principal é não ter pêlo, têm vindo a ganhar notoriedade nos últimos anos. E isso não passa despercebido nesta feira, não só pelo número crescente de expositores da espécie, mas também do número de aficionados. Dependendo do sexo e das suas características, estes gatos podem custar 700 ou 800 euros. Quanto aos cuidados a ter, e por causa da sua condição, requerem cuidados redobrados, especialmente com o frio no Inverno e o sol no Verão. É o fabuloso mundo dos Sphynx.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.