Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Nova montra do Grupo M. & Costas aponta os caminhos para o futuro
Arcebispo apela à ‘frutificação’ de uma sociedade mais humana e mais justa

Nova montra do Grupo M. & Costas aponta os caminhos para o futuro

Prendas únicas, petiscos e animação no Mercado de Natal

Nova montra do Grupo M. & Costas aponta os caminhos para o futuro

Economia

2019-06-05 às 11h34

Redacção Redacção

Com uma nova imagem e uma “admirável” montra, o Grupo M. & Costas inaugurou, no passado dia 30 de Maio, as novas instalações localizadas na estrada nacional 101 que liga Braga a Guimarães.

Com uma nova imagem e uma “admirável” montra, o Grupo M. & Costas inaugurou, no passado dia 30 de Maio, as novas instalações localizadas na estrada nacional 101, que liga Braga a Guimarães.
Num investimento de cerca de três milhões de euros, o grupo reúne as três marcas - Volkswagen, Hyundai e Skoda - num espaço único.

“Era premente e necessária uma nova imagem da Volkswagem em Braga. A Volkswagen precisava de ter uma montra e uma cara nova na capital de distrito e o espaço em S. Victor já não servia as necessidades actuais. Para além da localização no centro da cidade, também não era propriamente uma boa montra”, justificou Pedro Meireles, administrador do Grupo M. & Costas, acrescentando que “a Hyundai, marca que abraçamos há cerca de três anos e que está em franco crescimento, necessitava de um stand para a marca, acoplado com oficinas, logo também se justificava aqui o investimento e, fruto do negócio actual, tudo o que sejam sinergias que o Grupo ganhe em termos logísticos são benefícios para a empresa”. Assim, num só espaço, o grupo agrega as três marcas, o que, segundo Pedro Meireles, “ faz todo o sentido em termos logísticos e de custos. Assim, com uma montra para a via rápida cai que nem uma luva nas nossas necessidades”.

Em franco crescimento, o Grupo M. & Costas tem vindo a investir nos distritos de Braga e Viana do Castelo. “Fizemos com a Hyundai no stand de Guimarães há cerca de dois e meio e vamos abrir um stand da mesma marca em Viana do Castelo. Dentro de meses, teremos um novo stand da Audi em Guimarães”, revelou o administrador Pedro Meireles, realçando que “esta aposta faz parte da evolução para fazer face aos novos desafios que o mercado automóvel obriga. Isto é um passo natural”, garantindo que são investimentos “planeados e bem pensados”, de modo “a não dar um passo maior que a perna”. Nas novas instalações, vai encontrar três stands num só e a parte oficinal que garante a mecânica com as revisões e serviços rápidos. Os serviços de chaparia e pintura continuarão a funcionar nas instalações em S. Victor.

De olhos postos no futuro, as novas instalações estão preparadas para assistência a carros eléctricos “porque o futuro passa por aí”, afirmou Pedro Meireles. “É uma oficina preparada com vários postos de carregamento, com valências que nos permitam fazer a assistência dos carros eléctricos que já é actual, como é o caso da Hyundai que tem tido um sucesso bastante grande com o eléctrico que começou o ano passado”.
Pedro Meireles anunciou que no próximo ano “vamos ter a maior revolução da Volkswagen dos últimos anos. A marca vai lançar o primeiro eléctrico pensado de raiz e as nossas instalações já estão preparadas para isso. Trata-se do novo eléctrico, o ID. Roomzz”.

O administrador do Grupo M. & Costas afirma que hoje “a abordagem do negócio automóvel é completamente diferente. Há necessidade de criar uma montra. Sabemos que a grande montra hoje é a internet, mas é sempre bom ter uma montra visível e um sítio onde as pessoas se sintam agradadas com o que vêem”.
Pedro Meireles justifica que “o mercado pedia-nos isso e era importante que a cidade soubesse que temos a Hyundai. Para nós foi um crescimento feito há três anos e está a correr muito bem. Em Guimarães sentimos o feed back do mercado e fazia todo o sentido que assim fosse em Braga”, afirmou o administrador, deixando no ar “que, provavelmente, no próximo ano poderá haver outra marca a integrar o grupo”.

Na vanguarda do negócio automóvel, Pedro Meireles explica que o grupo tem que estar sempre um passo à frente. “Hoje comprar um carro é completamente diferente do que era há cinco ou dez anos. Hoje os jovens compram um carro completamente diferente do que compram os pais. O consumidor está a mudar e a forma de comprar o carro. Nós sentimos que antes havia muito mais apego ao carro do que há hoje. Hoje as pessoas querem um carro que consuma pouco, gaste pouco, tenha os gadgets tecnológicos todos. No futuro vamos caminhar mais para ter um telemóvel com rodas com tudo o que isso implica”.

No novo mundo da mobilidade, os tópicos da energia e da mobilidade estarão cada vez mais presentes. Para Pedro Meireles “há ainda um mundo por descobrir. Nós compramos um carro eléctrico, mas não sabemos quanto vai valer daqui a uns anos. Há a questão da autonomia dos carros eléctricos, do abastecimento, mas notamos uma apetência enorme por esse tipo de carros”.
Confiante no futuro, Pedro Meireles salienta que “estas novas instalações representam um sinal que estamos a dar ao mercado, de que estamos confiantes e que acreditamos nas marcas que temos”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.