Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Município de Ponte de Lima quer museu da canoagem portuguesa
Bailarina Carolina Costa brilha em Barcelona

Município de Ponte de Lima quer museu da canoagem portuguesa

Encontros “Viana abordo” querem fomentar inovação e empreendedorismo em Viana do Castelo

Desporto

2018-08-28 às 06h00

Rui Serapicos

Presidente da Câmara, Victor Mendes, no salão nobre dos Paços do Concelho de Ponte de Lima, durante sessão de homenagem a Fernando Pimenta e Hélio Lucas, lançou ontem “o repto”.

Victor Mendes, o presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima lançou ontem “o repto” de se instalar naquele concelho um museu da canoagem portuguesa.
Na sessão solene que serviu para distinguir, no salão nobre dos Paços do Concelho, os limianos Fernando Pimenta e Hélio Lucas, canoísta e treinador que conquistaram no sábado e no domingo as medalhas de ouro de K1 1.000 e 5.000 metros dos campeonatos do mundo, o edil sustentou que em Ponte de Lima encontram-se “o melhor clube, o melhor treinador e o melhor atleta de canoagem”.
Assim - sustentou adiante -, em Ponte de Lima, um museu da canoagem portuguesa seria “de uma inteira justiça e a melhor homenagem” a render aos que promovem a modalidade.

Num gesto que considerou “simbólico” do reconhecimento que o município de Ponte de Lima, mas também todo o país atribuem a Fernando Pimenta e a Hélio Lucas, o presidente da autarquia ofereceu-lhes uma placa a assinalar a homenagem, com votos de que aquele elemento venha a integrar “o futuro espólio do museu”.
Victor Mendes ofereceu ainda a Fernando Pimenta uma nova bandeira do concelho de Ponte de Lima, depois de o canoísta ter revelado que tinha dado, em Montemor-o-Velho, pela falta de uma bandeira da sua terra, que ostenta sempre nas provas.

Na sessão, o salão nobre dos Paços do Concelho de Ponte de Lima estava repleto de repórteres, câmaras de televisão, máquinas fotográficas, familiares e amigos dos homenageados e funcionários da autarquia que quiseram estar presentes.
Hélio Lucas, o treinador que orienta Fernando Pimenta, nas competições de clubes como na selecção, questionado se nos Mundiais sentiu muita pressão, garantiu que “a maior pressão foi nos treinos”.
O técnico frisou o preparar da estratégia, prevendo “as tácticas que os adversários tivessem e, depois, não só fazer uma regata boa no K1 1000 mas revalidar o título dos 5000”. Segundo o treinador, a prova de K1 1000 ganha por diferença de mais de 700 milésimas “foi bastante controlada” e no K1 5000 Pimenta fez “uma prova como nunca vimos na canoagem, a controlar do princípio ao final”.

Ouro olímpico é o “próximo sonho”

O ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 é o próximo sonho, revelou Fernando Pimenta, ao prestar, ontem, declarações aos jornalistas. “O sonho é esse. Primeiro é preciso ter o sonho, depois é preciso trabalhar para o concretizar. O primeiro passo é o apuramento olímpico e depois é que se pode voltar a sonhar com mais certezas de estar na luta, pelo menos”, acrescentou.
Considerando como perseguia um título mundial no K1 1000 metros e questionado se esse foi o ponto alto do fim-de-semana, o canoísta limiano concordou, adiantando que 1000 metros é uma distância olímpica, “à qual nós damos sempre prioridade”.

Tinha a possibilidade de competir nos 500 mas sabia que alguns dos candidatos ao título no K1 1000 “iam abdicar do K1 500”, adiantou, explicando que, “em conjunto com o meu treinador, nós decidimos apostar naquilo que era mais ambicioso e mais interessante”.
O K1 500, segundo Fernando Pimenta, “continuou muito bem representado através do meu colega João Ribeiro que, só por escassas milésimas não conseguiu a medalha de bronze”.
Porém, admite que o K1 1000 metros é reconhecida como “prova rainha da canoagem” e garantiu que “se eu quiser, posso continuar a trabalhar para conseguir mais resultados”.
Pimenta confessou que ter sido no próprio país que conquistou duas medalhas de ouro - sábado no K1 1000 e domingo no K1 5000 - teve “um sabor especial, por ver lá a família, os amigos e os clubes”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.