Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
“Minho precisa de produto bandeira”
“Um bom resultado é marcar e não sofrer”

“Minho precisa de produto bandeira”

Apresentação de propostas ao ´Tu Decides!’ termina a 1 de Setembro

“Minho precisa de produto bandeira”

Nacional

2019-03-15 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Minho IN, que integra as comunidades intermunicipais do Cávado, Ave e Alto Minho, reforçou a promoção na Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre na FIL até domingo. Presidente da CIM do Ave, Raul Cunha, destacou “oferta turística muito variada”.

A região do Minho “tem tudo” e isso acaba por ser uma vantagem, mas, ao mesmo tempo, uma “fragilidade”, assumiu o presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave, que esteve na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre até domingo na FIL, em representação do Consórcio Minho INovação. Raul Cunha confirmou “o grande esforço que se está a fazer na área do desenvolvimento turístico”, defendendo a necessidade de se criar um produto bandeira para a região.

O Consórcio Minho INovação – que integra as comunidades intermunicipais do Alto Minho, do Cávado e do Ave, associando os 24 municípios do Minho - está presente na feira, contando com um stand próprio, no espaço da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal.
Aproximar o potencial turístico do território do Minho – natural, patrimonial, cultural, gastronómico – aos mercados e agentes do sector turístico, é um dos principais objectivos desta presença, permitindo assim incentivar a atracção de novos turistas e visitantes.

“O Minho INovação está a fazer um esforço grande de inovação nesta área do desenvolvimento turístico para procurar e criar ligação rápida entre a nossa oferta e as necessidades dos clientes”, sublinhou o também presidente da Câmara Municipal de Fafe, destacando a oferta variada da região, que acaba também por ser uma “fragilidade”. E Raul Cunha justificou: “não conseguimos ter um produto bandeira. Aqui a questão principal é vender a nossa região. No Douro já sabemos que é o vinho e a paisagem. No Minho temos de tudo, tem folclore, tem paisagem, tem artesanato, tem monumentos. No Minho, por exemplo, temos mais monumentos edificados que a região de Lisboa e não temos aproveitado bem isso”.

E é com base nesse “conhecimento real”, que o consórcio Minho INovação está presente na BTL “para procurar encontrar uma linha de orientação que permita seleccionar em toda a oferta que existe no Minho dois ou três aspectos que se possam concentrar nesta actividade e desenvolver acções”.
Desde logo, surge aqui a gastronomia, a paisagem e a oferta cultural. “Na região temos Viana do Castelo, Braga e Guimarães, já para não falar dos restantes municípios, que apresentam uma oferta cultural importante e significativa. Não faz sentido que não possamos aproveitar isso. Estamos eternamente a fazer trabalho de casa para aproveitar isso e simultaneamente tentar vender o produto e condicionar a nossa oferta à procura”, admitiu o autarca, referindo que “é preciso ter habilidade para divulgar a região”, sendo que esse trabalho “só pode ser feito em conjunto”.

Empresas mostram “destino de excelência” todo o ano

Pelo terceiro ano consecutivo, o Parque Nacional da Peneda Gerês conta com stand próprio na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre até domingo na FIL. “Há uma parte que não está a ser promovida e já que as instituições não o fazem, as empresas tomaram a dianteira”, justificou Miguel Faria, que dá a cara no stand.
As várias ofertas turísticas existentes no parque nacional estão representadas no stand por empresas de várias áreas. “Estamos a promover o parque como um todo, como destino de excelência durante todo o ano”, referiu ainda aquele responsável, garantindo que “há muita coisa para fazer durante o ano inteiro”. E Miguel Faria exemplificou: “temos passeios, acções mais relaxantes, actividades culturais ou desportos mais radicais, mas também temos ofertas para famílias e mesmo para quem queira fazer alguma coisa sozinho”.

Vieira do Minho ‘pisca o olho’ a novos públicos e mercados

Vieira do Minho volta a marcar presença na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre até domingo na FIL, com stand próprio “com o intuito de despertar o interesse dos mercados e agentes turísticos de forma a alavancar o desenvolvimento e o crescimento do concelho”, justificou o presidente da autarquia, António Cardoso.
A presença de Vieira do Minho nesta feira internacional é um “ponto alto” de divulgação através do qual o município dá a conhecer potencialidades e encantos do concelho, indo desde o turismo em espaço rural, ao turismo de natureza e à gastronomia.

Atendendo a que a BTL é a maior feira de negócios e de mobilização dos portugueses para o turismo, Vieira do Minho “dá mais um passo na promoção do concelho enquanto destino turístico, sempre com o objectivo de captar novos públicos”.
A participação nesta 31.º edição da BTL materializa-se na divulgação das mais de 150 casas de turismo em espaço rural, na apresentação da restauração, na divulgação da Serra da Cabreira e suas potencialidades a práticas de desportos de natureza, da divulgação de um conjunto de eventos e iniciativas fulcrais para a afirmação do território e na divulgação das infraestruturas municipais, com destaque para o Parque de Campismo da Cabreira, Teleski e o Barco Turístico Brancelhe.

Marcam também presença neste certame, os aromas e os sabores do concelho, com destaque para os pratos tradicionais, que vão desde os tradicionais feijões com couves à emblemática vitela assada, não esquecendo também os doces típicos, como as rabanadas, os barquilhos e as compotas.
O executivo municipal de Vieira do Minho desloca-se hoje à BTL com operadores turísticos do concelho, comunicação social e alunos dos cursos de turismo.

Viana do Castelo dá a conhecer potencialidades turísticas

O Município de Viana do Castelo marca presença, mais uma vez, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) com stand próprio.
O stand tem objectivo promover as potencialidades turísticas do concelho, o património histórico e natural, as unidades de alojamento e restauração, empresas de animação turística e eventos, com especial destaque para a Romaria em Honra de Nossa Senhora da Agonia. Naquele espaço pode ainda apreciar uma Mostra dos Bordados Certificados de Viana do Castelo com uma artesã a trabalhar ao vivo.

Até hoje, o stand vai receber reuniões entre empresários locais e alguns dos compradores internacionais. Durante o fim-de-semana, a BTL abre as suas portas ao público em geral, e para amanhã está agendado o dia de animação especial de Viana do Castelo, altura em que serão realizadas provas de vinho por produtores locais e degustação de torta de Viana do Castelo pela Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, estando a animação musical garantida pela Banda de Gaiteiros da Zé Pedro Associação Musical.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.