Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Miguel Costa Gomes colocado em liberdade
Escola Básica Braga Oeste premeia o mérito escolar de 44 alunos

Miguel Costa Gomes colocado em liberdade

AVC de Famalicão soma segundo triunfo seguido em casa

Miguel Costa Gomes colocado em liberdade

Casos do Dia

2019-10-09 às 22h10

Redacção Redacção

Em prisão domiciliária desde o passado dia 3 de Junho, o presidente da Câmara Municipal de Barcelos ficou hoje sem pulseira electrónica.

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, que estava em prisão domiciliária no âmbito da Operação Teia, foi “colocado em liberdade”, disse à Lusa um dos advogados do autarca.
Segundo Nuno Cerejeira Namora, funcionários judiciais foram, esta tarde, à casa de Costa Gomes e “retiraram-lhe a pulseira electrónica”.
Miguel Costa Gomes estava em prisão domiciliária desde 3 de Junho, indiciado dos crimes de corrupção passiva e de prevaricação, no âmbito da operação Teia.
Em Setembro, um juiz de instrução criminal decidiu manter estas medidas de coacção.
No entanto, a defesa de Costa Gomes tinha interposto recurso para o Tribunal da Relação do Porto, que hoje o “restituiu à liberdade”.

Na operação Teia, e além de Costa Gomes, são ainda arguidos o entretanto demissionário presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, e a mulher, a empresária Manuela Couto.
O outro arguido é o ex-presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto Laranja Pontes, que entretanto se reformou.
O processo está relacionado com alegados favorecimentos às empresas de Manuela Couto por parte do Município de Barcelos e do IPO/Porto, a troco de favores políticos conseguidos por Joaquim Couto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.