Correio do Minho

Braga,

- +
Melgaço: Alvarinho rega fumeiro
“O Gil terá de ser uma equipa sem medo” na Luz

Melgaço: Alvarinho rega fumeiro

Boa imagem não foi suficiente para o Galo sair da Luz feliz

Melgaço: Alvarinho rega fumeiro

Alto Minho

2011-04-28 às 06h00

Costa Guimarães Costa Guimarães

O secretário de Estado da Administração Local vem amanhã a Melgaço inaugurar a XVII Festa do Alvarinho e do Fumeiro que se prolonga até domingo, com jornadas gastronómicas.

A XVII edição da Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço arranca amanhã e decorre até domingo, prometendo três dias dedicados às diversas formas de prova e degustação dos produtos locais, complementados com diversas iniciativas e muita animação.
A abertura oficial da Feira, a decorrer pelas 11 horas, será presidida pelo secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro, seguida de uma visita aos 57 expositores de vinho Alvarinho, de fumeiro, de broa, doçaria, artesanato e institucionais, presentes no recinto.
A Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço é um evento declarado de interesse para o turismo, que acolhe anualmente milhares de visitantes, oriundos de diversos pontos do país e da vizinha Galiza, e através da qual o Município pretende dar a conhecer não só os produtos locais como todas as potencialidades turísticas do concelho.

Certificação em marcha

A Festa do Alvarinho e do Fumeiro inclui um programa de animação musical todas as noites, desportos radicais, passeios pedestres e de kart, muita música popular com ranchos folclóricos, grupos de dança e concertinas. A edição deste ano, pela primeira vez, e uma década após o início do processo, os visitantes podem provar ou adquirir fumeiro com IG - Indicação Geográfica, certificação que comprova o reconhecimento, pelas instâncias nacionais, das características únicas do presunto, do salpicão, e das chouriças de carne e de sangue produzidas em Melgaço.
Actualmente o concelho tem oito produtores de fumeiro licenciados, três deles com pequenas unidades industriais - Quinta de Folga, Delícias do Planalto e Fumeiro do Laboreiro - e cinco micro-produtores - Palmira Rodrigues, Deolinda das Dores de Souza Amorim, Leonor Esteves, Inês de Sousa Lobato e Maria de Lurdes Alves - que, produzindo sazonalmente dentro dos moldes tradicionais, o fazem cumprindo as normas legais de higiene e segurança.

Jornadas gastronómicas

Paralelamente, Melgaço, através de doze restaurante ade-rentes, realiza as jornadas gastronómicas para mostrar outros sabores da rica e genuína cozinha altominhota.
A Tasquinha da Portela em Paderne, Adega Sabino, Miradour do Castelo, Mini Zip, Boavista no Peso, Paris, Panorama no Mercado, A muralha, Vidoeiro em Lamas de Mouro, Chafaxix, O Adérito e Mira Castro Laboreiro são os restaurantes que participam nestas jornadas gastronómicas. Desde os petiscos mais diversos, aos pratos e sobremesas deliciosas, os visitantes de Melgaço podem apreciar estes sabores, com destaque para o cabrito do monte, bacalhau em várias formas, costeletão, cozido, posta à barrosã, sável e lampreia sem esquecer a truta que podem aparecer nos pratos com Alvarinho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.