Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
“Boa comida e bom ambiente” são características do restaurante Brac
Freguesia de Gualtar exige um posto dos CTT

“Boa comida e bom ambiente” são características do restaurante Brac

SIDAC quer papel mais interventivo nos comportamentos aditivos

“Boa comida e bom ambiente” são características do restaurante Brac

Economia

2015-09-17 às 10h16

Redacção Redacção

A celebrar o sétimo aniversário no final do mês,o restaurante Brac, instalado em pleno Campo das Carvalheiras, exibe a ‘arte de bem receber’ aos clientes que procuram o espaço para um sunset ou para ter direito a um agradável jantar. Maria José Machado é arquitecta de profissão, mas ama de paixão a cozinha - outro dos seus talentos - sendo inclusivamente autora do famoso blog ‘sete gramas’, onde expõe algumas das suas ideias gastronómicas e onde dá asas à imaginação. No restaurante ‘Brac’ é a gerente e embora não seja a chef de cozinha é ela quem desenha a ementa que ali se pode degustar.

A celebrar o sétimo aniversário no final do mês,o restaurante Brac, instalado em pleno Campo das Carvalheiras, exibe a ‘arte de bem receber’ aos clientes que procuram o espaço para um sunset ou para ter direito a um agradável jantar.
Maria José Machado é arquitecta de profissão, mas ama de paixão a cozinha - outro dos seus talentos - sendo inclusivamente autora do famoso blog ‘sete gramas’, onde expõe algumas das suas ideias gastronómicas e onde dá asas à imaginação. No restaurante ‘Brac’ é a gerente e embora não seja a chef de cozinha é ela quem desenha a ementa que ali se pode degustar.

“Eu sempre tive muito gosto pela cozinha e pela restauração e o ‘Brac’ deu-me a possibilidade de de complementar a minha realização profissional também”, confessou Maria José Machado.
“Aqui servimos boa comida em bom ambiente”, sublinhou a responsável, indicando que o ‘Brac’ abre portas a partir das 17.30 horas, com um serviço de bar, que permite um final de dia “verdadeiramente tranquilizante”. “A partir desta hora já se pode comer e petiscar, pois temos sempre duas sugestões diárias diferentes”, referiu a responsável, apontando para algumas das iguarias servidas como ‘Gambas com coco e cajus’, croquetes variados, ‘Míscaros grelhados’ - este um prato emblemático da casa.

“Temos um espaço excelente, super agradável e os nossos clientes gostam muito de vir, tomar uma bebida, enquanto esperam para jantar depois”, disse Maria José Machado.
A decoração é também uma característica muito relevante no ‘Brac’ - ou a casa não fosse propriedade de um arquitecto da cidade. Há imagens de rostos marcantes no tecto, cadeiras altas coloridas no espaço de bar e um ambiente caloroso na sala de jantar, que divide paredes meias com as ruínas romanas que se encontram por baixo da Junta de Freguesia da Sé, Cividade e Maximinos.

“O acesso às ruínas é, sem dúvida, uma grande mais-valia para nós. São um atractivo que os clientes apreciam”, frisou a gerente do ‘Brac’. O ‘Filete de Linguado’, o ‘Bife com pimenta’, o ‘Carré de borrego’ são alguns dos pratos servidos ao jantar pelo restaurante ‘Brac’, que fazem ‘as delícias’ dos clientes.

Quanto à iniciativa ‘Verde Cool’, promovida pela Associação Comercial de Braga, Maria José Machado destaca a sua relevância “pois é muito importante evidenciarmos e promovermos os nossos vinhos. Faz todo o sentido associarmo-nos também a esta iniciativa que tem como principal objectivo honrar o vinho verde da nossa região”.
O ‘Brac’ serve até ao final de Setembro um petisco ‘Tosta de sardinha em escabeche’ e um copo de vinho ‘Vento’z’ por, apenas, 2,50 euros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.