Correio do Minho

Braga, terça-feira

Investigação por furtos de bebidas conduz a 27 buscas da GNR em seis concelhos
Santa Casa de Cerveira duplica capacidade de jardim de infância

Investigação por furtos de bebidas conduz a 27 buscas da GNR em seis concelhos

Torcatense vence Maria da Fonte no arranque do Campeonato de Portugal

Casos do Dia

2018-05-13 às 15h15

Teresa M. Costa

A GNR, através do Destacamento Territorial da Póvoa de Lanhoso, realizou ontem mais de duas dezenas de buscas em vários concelhos, no âmbito de uma investigaçao relacionada com furtos de bebidas espirituosas em supermercados.
Há cerca de seis meses que a GNR estava no encalce dos suspeitos que, de acordo com o que foi possível apurar, chegavam a realizar 15 furtos por fim-de-semana.
Os furtos, que tinham como alvo bebidas espirituosas de valor acrescentado em supermercados de diferentes cadeias, ocorreram em vários distritos do norte do país, nomeadamente Braga, Porto, Aveiro e Leiria.
Além dos dois principais suspeitos, a investigação da GNR permitiu identificar uma rede de alegados receptadores.
De acordo com o que foi possível apurar, as bebidas furtadas nos supermercados, iludindo os sistemas de segurança, eram reintroduzidas no circuito comercial em estabelecimentos cujos proprietários incorrem no crime de receptação e de associação criminosa.
Das buscas realizadas ontem, 17 domiciliárias e dez não domiciliária, resultou a apreensão de diverso material e a detenção de quatro pessoas, com idades entre os 30 e os 60 anos.
A GNR, que nesta operação envolveu 140 militares de diferentes valências, apreendeu mais de mil garrafas de bebidas num valor superior a 15 mil euros e algumas dezenas de milhar de cigarros contrafeitos.
Mais de mil doses de heroína e quase mil euros em numerário estão entre as apreensões da operação desencadeada ontem nos concelhos de Póvoa de Lanhoso, Guimarães, Cabeceiras de Basto, Felgueiras, Amarante e Lousada.
Uma dezena de telemóveis; computadores; quatro armas e um veículo foram também apreendidos nas diferentes buscas, a par de material relacionado com o tráfico de estupefacientes.
A GNR cumpriu dois mandados de detenção e deteve mais dois suspeitos em flagrante delito, um por posse de produto estupefaciente e outro por posse de arma.
As quatro detenções ocorreram no concelho de Felgueiras.
O Correio do Minho sabe que três dos detidos permanecem sob detenção até serem presentes a primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coacção.
O quarto detido foi sujeito a termo de identidade e residência e restituido à liberdade.
Foram ainda constituidos mais 12 arguidos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.